sexta-feira, 3 de maio de 2019

Projeto Jucema 100% Digital é apresentado a contadores e empresários

Poder abrir, alterar ou extinguir uma empresa sem sair de casa ou do escritório, com todos os trâmites feitos via internet. Esse é objetivo da Junta Comercial do Maranhão com o projeto denominado Jucema 100% Digital. A ideia é garantir maior comodidade aos empreendedores e desburocratizar a abertura de novos negócios no estado.

O projeto foi tema de um seminário realizado na tarde desta quinta-feira (2), no auditório do Iema (Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão) unidade vocacional da Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís.

O seminário faz parte de uma série de eventos que a Jucema vem realizando em todo o Maranhão com o objetivo de disseminar a nova ferramenta.
No evento, profissionais da área contábil, empresários, advogados e administradores conheceram de perto o passo a passo do novo sistema, que pretende garantir maior comodidade ao empreendedor interessado em registrar uma empresa, com assinatura digital e segurança jurídica.

“Trata-se da abertura, alteração e baixa de empresa feita eletronicamente, sem papel e sem precisar que o empresário compareça ao órgão. O empresário pode estar em qualquer lugar do país ou do mundo e fazer a assinatura eletronicamente. Dessa forma, nós oferecemos mais comodidade e segurança jurídica aos contadores e empreendedores”, explica o presidente da Jucema, Sérgio Sombra.

Para Sérgio Sombra, além de economia e comodidade, a expectativa é que o projeto Jucema 100% Digital favoreça a geração de emprego no Maranhão.
“O objetivo maior é garantir um ambiente de negócios melhor no estado, para que a abertura de empresas garanta mais emprego e geração de renda”, afirma o presidente da Jucema.

Mais agilidade e burocracia zero

De acordo com o coordenador da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (RedeSim) no Maranhão, Ítalo Lima, o sistema foi criado para acabar com qualquer tipo de burocracia na hora de registrar e licenciar uma empresa.

“Esse sistema facilitou muito a abertura de empresas no estado. A abertura de uma empresa demorava em média 90 dias. Hoje o empresário leva aproximadamente seis horas e já sai com seu registro na Junta Comercial e pode, em seguida, buscar os demais órgãos de licenciamento”, ressalta Ítalo Lima.

O coordenador da RedeSim no Maranhão esclarece que o sistema online já está em funcionamento, mas ponderou que a consolidação da Jucema 100% Digital vem sendo implementado paulatinamente, de acordo com a natureza jurídica dos empreendimentos.

“Empresário individual primeiramente, porque é categoria mais simples. Daí seguimos para as sociedades limitadas, sociedades anônimas e assim por diante”, pontua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.