segunda-feira, 19 de março de 2018

Padre é xingado durante missa ao citar Marielle Franco em igreja


O padre Mario de França Miranda, de 81 anos, foi xingado por dois homens em plena missa de domingo na Paróquia da Ressurreição, em Ipanema, na Zona Sul do Rio, após o religioso citar a vereadora Marielle Franco (PSOL), que foi assassinada na noite da última quarta-feira, junto com seu motorista, Anderson Gomes.

O pároco estava terminando a homilia quando fez questão de dizer que a morte da parlamentar não significa o fim de seu trabalho, "que tudo que a gente faz de bom fica eternizado". Logo em seguida, ele foi hostilizado pelos dois homens, que o chamaram de "padre filho da puta", conforme informou a coluna de Ancelmo Gois, no GLOBO.

De acordo com o padre, ele se espantou com a reação dos homens, que estavam no fundo da igreja, mas tentou não dar importância, já que havia no local outras 500 pessoas e que ele precisava "tocar a missa". Os dois agressores foram retirados da igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.