terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Maranhão é um dos cinco estados que situação fiscal melhorou desde 2015

Os Estados de Alagoas, Paraná, Ceará, Maranhão e Piauí foram os únicos cujas contas não se deterioraram nos últimos três anos. Com um déficit de R$ 3 bilhões em 2017, a situação de São Paulo ficou estável no período.

Por meio das suas redes sociais, o governador Flávio Dino comemorou a notícia de hoje, no jornal O Estado de São Paulo. “Estamos lutando para fazer em 4 anos o que o coronelismo não fez em 50, juntando responsabilidade fiscal e social”, destacou.

O Maranhão segue colecionando destaques na gestão fiscal nos últimos três anos. Mesmo em meio à grave crise que assola o Brasil e deteriora as contas, sobretudo, dos Estados, o governador Flávio Dino, com responsabilidade e seriedade, vem conduzindo a máquina pública sem gastar mais do que pode – e ao mesmo tempo sem abrir mão do aumento dos investimentos públicos.

Diversos estudos vêm mostrando a solidez fiscal do Maranhão. Entre eles, está um levantamento da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) mostrando que o Maranhão tem a segunda melhor situação fiscal do país e o Boletim de Finanças divulgado pelo Tesouro Nacional em dezembro, um órgão do Governo Federal. De acordo com o levantamento, o estado ficou com a nota B, que significa equilíbrio fiscal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.