segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Eleitor pode fazer consultas no TSE via Twitter a partir desta segunda-feira

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou nesta segunda-feira (20) um serviço de atendimento ao eleitor por meio da conta do tribunal no Twitter.
Ao clicar na opção de enviar mensagem direta para o TSE, as opções de serviços surgirão na tela. O cidadão poderá, por exemplo, consultar locais de votação, imprimir o documento de quitação eleitoral, tirar dúvidas com o TSE e acessar a página de perguntas e respostas mais frequentes sobre eleições. Para isso, é necessário ter uma conta no Twitter

De acordo com o tribunal, a ferramenta segue a tendência da Justiça Eleitoral de informatizar o processo ligado às eleições e dar mais agilidade no atendimento ao cidadão.

Ainda segundo o TSE, novas funções de atendimento via Twitter vão ser disponibilizadas a partir do início de 2018, ano de eleições gerais.

Tecnologia nas eleições
Na semana passada, o TSE e a Polícia Federal firmaram um convênio para o compartilhamento de dados entre as duas instituições. A partir de agora, as impressões digitais de pessoas cadastradas nos dois órgãos serão compartilhadas. A medida visa, entre outras coisas, impedir possíveis fraudes como a duplicidade de documentos.

Além disso, as pessoas que já realizaram a biometria (cadastro das impressões digitais no TSE) não precisarão repetir o procedimento quando solicitarem o passaporte na PF. Segundo o ministro da Corte, Gilmar Mendes, a uniformização dos cadastros permite “a remoção de duplicidades, a correção de erros de registro e a redução de custos e da própria burocracia”.

Segundo o TSE, 68 milhões de brasileiros já estão realizaram a biometria e já estão aptos a usarem as digitais no momento da votação. Isso corresponde a 46,43% do eleitorado brasileiro. A expectativa é que em 2022, 100% dos eleitores já tenham realizado o cadastro.


Fonte: G1