terça-feira, 1 de agosto de 2017

“Não vou me precipitar, deixa que Flávio Dino faz a minha campanha”, diz Roseana

Instada por amigos mais próximos a declarar logo que é pré-candidata ao cargo de governadora do Maranhão, Roseana Sarney passou a responder que não vai ser precipitada e que é melhor deixar Flávio Dino, por enquanto, fazer a campanha dela. Ontem, o senador Edison Lobão (PMDB) confirmou que em 30 dias ela anunciará a pré-candidatura.

A resposta da ex-governadora é uma estratégia que vem dando certo. A campanhas de perseguições para tentar levar Roseana aos tribunais ou à cadeia servem só para fortalecer o nome dela. O senador Roberto Rocha (PSB) definiu muito bem a situação.
Rocha disse que a única obra que Flávio Dino fez até hoje foi trazer de volta o nome da x-governadora para o cenário de disputa e à mente dos eleitores maranhenses. O senador se refere, na verdade, ao fraco desempenho da gestão de Flávio Dino que tem sido pior que da sua antecessora.
As pesquisa apontam empate técnico entre Roseana e Flávio Dino, com o crescimento também de Roberto Rocha, que pode ser a terceira alternativa aos que não aceitam mais votar nos dois primeiros. Em alguns casos, Roseana vence Dino nos principais colégios, a exemplo de Imperatriz e Caxias.
A ex-governadora acha desnecessária a pressa em lançar pré-candidatura e, se depender dela, o anúncio será feito somente no início de 2018.

Por Luis Cardoso