segunda-feira, 10 de julho de 2017

Temer não cumpre acordo e corta R$ 224 milhões do repasse FUNDEB para municípios maranhenses.

O presidente da  FAMEM e prefeito de Tuntum, Tema Cunha viajou na tarde deste domingo (09) para Brasília, onde mais uma vez irá se reunir com a bancada maranhense, com a finalidade de reverter o corte de R$ 224 milhões do repasse FUNDEB para prefeituras e estado.

O governo federal irá penalizar as prefeituras do Maranhão com um corte de R$ 177 milhões, referente ao ajuste anual do FUNDEB, já nesta segunda-feira (10), dia no qual também será debitada a primeira parcela de julho do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

A medida também atingirá o governo do estado, que perderá R$ 47 milhões. O desconto, segundo análise da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), estava previsto para acontecer somente no fim da próxima semana.

O corte do FUNDEB foi autorizado por meio de portaria governamental publicada na quinta-feira (06) no Diário Oficial da União. Trata-se de um descumprimento de acordo, por parte da gestão do presidente Michel Temer (PMDB), feito com Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) e a bancada maranhense em Brasília
.
Nos sistemas financeiros do FUNDEB da maioria das prefeituras do estado, o desconto já aparece provisionado (agendado) e está causando pânico entre os gestores municipais, que avaliam o corte, de uma só vez, como “uma situação de caos que irá instalar-se no setor educacional dos municípios, prejudicando diversas ações e o pagamento da folha de professores, por exemplo,” disse Tema.