quarta-feira, 12 de abril de 2017

Hernando Macedo avalia cenário para decidir se será candidato a deputado

Ao contrário do que muitos meios de comunicação no estado tem propagado, o ex-prefeito de Dom Pedro,  Hernando Macedo, pode não disputar uma vaga de deputado federal nas eleições do próximo ano. Filho do empresário Dedé Macedo e irmão do deputado estadual Fábio Macedo, Hernando esteve em Timon no último sábado e em conversa com o eliaslacerda.com explicou que  está avaliando o cenário político do estado e a situação do seu partido, o PC do B, para que possa tomar uma decisão.

Outro fator importante que afirmou está sendo aguardado é o resultado da ação na justiça eleitoral que pode resultar na anulação da  eleição do ano passado em Dom Pedro, já que seu adversário, Alexandre Costa,  embora tenha ganho o pleito no voto, sua candidatura deve ser impugnada pela lei da Ficha Limpa. O imbróglio jurídico já chegou a instância final, o Tribunal Superior Eleitoral, que pode julgar o caso a qualquer momento.

Hernando Macedo sabe também que duas candidaturas na família em 2018 pesa muito. Seu nome para federal e o do irmão Fabio Macedo buscando a reeleição, mesmo com o poder da família, será uma das missões mais difíceis para os Macedo obter êxito. Que o digam Chico Leitoa e Luciano Leitoa em 2006 quando fizeram dobradinha com o primeiro para estadual e o segundo para para federal. Ambos perderam. Socorro Waquime e Sétimo Waquim, mesmo com o exemplo pedagógico dos adversários,  também se arriscaram numa dobradinha fracassada em 2014. Ela para estadual e ele buscando a reeleição para federal. Saíram das urnas com votações pífias. Em Timon Socorro foi derrotada em votos pelos jovens Rafael Leitoa e Alexandre Almeida, já Sétimo Waquim viu José Reinaldo apoiado por Luciano Leitoa ser o mais votado de Timon e desbancá-lo dentro do seu próprio território eleitoral.

A verdade é que o eleitor parece não digerir bem quando dois membros de uma mesma família saem candidatos.
Essas situações todas estão sendo analisadas por Hernando Macedo, um jovem político que mesmo tendo perdido o pleito em 2016 para prefeito em Dom Pedro, tem opinião comum até mesmo entre seus adversários de que fez uma boa administração em sua cidade.

Com um futuro enorme pela frente na sua carreira política, os filho mais velho de Dedé Macedo foi embora e a única certeza que deixou transparece foi a de que se pleito 2018 fosse nas condições atuais,  ele não seria candidato a deputado federal. Pode ser que daqui para 2018 ele mude de ideia, mas a tendência atual é essa …


Site Elias Lacerda