quinta-feira, 30 de março de 2017

Polícia Federal deflagra operação de combate a compartilhamento de pornografia infantil

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, (30/3), a Operação Doce Infância para reprimir o compartilhamento de pornografia infantil por meio de aplicativo de mensagens instantâneas.
Foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão nos estados do Amazonas, Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia, São Paulo e Mato Grosso. Até o presente momento, duas pessoas foram autuadas em flagrante delito, nos estados do Ceará e Mato Grosso.
A investigação durou sete meses e foi conduzida pelo Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos da Polícia Federal no Maranhão.
A pena por compartilhamento de material pornográfico infantil pode chegar a seis anos de reclusão e a pena por posse, a quatro anos de reclusão.

A operação foi denominada Doce Infância em razão do nome atribuído pelos investigados ao grupo no aplicativo utilizado para prática dos crimes apurados.