sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Santo Antônio dos Lopes: Bigu manda destruir Canteiro Central De Avenida pra fazer Carnaval e acaba com uma tradição de anos de folia na Praça Abraão Ferreira

Eleito em outubro passado prometendo fazer a diferença na gestão pública de Santo Antonio dos Lopes, o prefeito Bigu Oliveira vem se notabilizando mais pelas lambanças que tem protagonizado no município, do que pelas realizações de seu governo, que até o momento são pífias.
Cinquenta dias à frente da prefeitura e depois de já ter recebido mais de OITO MILHÕES DE REAIS, sua administração está emperrada mais do que cavalo no atoleiro, sem sair do lugar; isso sem contar com suas trapalhadas.
A última do “ex-Liso” Bigouzinho (uma mistura de Bigu com Mousinho) foi MANDAR DESTRUIR o canteiro central da Avenida Maranhão Sobrinho pra realizar o Carnaval.

Bigu acabou cometendo dois crimes: um ambiental, porque mandou arrancar todas as plantas do canteiro construído há décadas, desde a administração do ex-prefeito Renato Abreu, pai da atual vice Priscyla Abreu; e outro contra os foliões, interrompendo uma tradição bem mais antiga, a de realização do carnaval na Praça Abraão Ferreira
A atitude ditatorial do prefeito Bigu deixou os moradores da Avenina Maranhão Sobrinho, a maioria de idosos, “putos” da vida e os amantes do Carnaval na Praça, mais “putos” ainda. E viva a administração Bigouzinho.
Perguntar não ofende: E agora, o que dizem os “defensores” da moralidade pública de SAL que tanto batiam no ex-prefeito Eunélio Mendonça, hoje pendurados nas têtas da prefeitura? Resposta: NADA; estão caladinhos, caladinhos.
Por adonias Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.