quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

DOM PEDRO: Um racha entre e Ribamar Filho e Alexandre Costa é tudo que não pode acontecer no momento

No grupo liderado pelos irmãos Ribamar Filho (PSC) e Alexandre Costa (PSC) em Dom Pedro, existem atualmente duas vertentes políticas; uma minoria, que defende a candidatura de Irene Costa, atual mulher de Ribamar; e a esmagadora maioria que abraça o nome do jovem Ricardo Bruno, filho de Alexandre e líder disparado em todas as pesquisas pra consumo interno.

Esse impasse tende a acirrar os ânimos dos dois lados à medida que a realização de uma possível nova eleição se aproxima; lembrando que impasse semelhante houve na véspera da eleição de 2 de outubro, obrigando Alexandre a prosseguir com sua candidatura mesmo indeferida pela justiça eleitoral de primeira instância.

Na análise deste Blog, isso não é nada bom, porque cria um clima de instabilidade, incerteza e de disputa interna dentro do próprio grupo, podendo levar seus líderes à campos opostos, ou até mesmo levar a um racha entre os irmãos Carvalho Costa.

E isso é tudo que não pode acontecer nesse momento; e se acontecer, é tudo que o ex-vereador e marido da prefeita interina Rosa Nogueira (PSDC), Farys Miguel (PC do B) está querendo.

Respaldado por uma invejável capacidade de aglutinar forças e com a “máquina” nas mãos, Miguel poderá fazer a diferença em caso de eleição suplementar. O comunista assiste de camarote os desentendimentos entre os seguidores de RF e AC, esperando o momento certo de dar bote. Tanto é verdade, que o assunto mais comentado nos últimos dias no meio politico dom-pedrense, foi que Farys Miguel estaria disposto a lançar o nome da mulher candidata a prefeita de Dom Pedro, ele até já teria feito algumas reuniões e anunciado seu desejo.

Sendo assim, é melhor os irmãos Ribamar Filho e Alexandre Costa colocarem as “barbas de molho”, sobe pena de mais uma vez, verem o cavalo selado da política passar na porta de suas casas.

Por Adonias Soares