sábado, 18 de fevereiro de 2017

Armamentos de guerra apreendidos com assaltantes de bancos são apresentados na Secretaria de Segurança

O arsenal de guerra apreendido com uma quadrilha de assaltantes de bancos e carros-fortes, na cidade de Grajaú, foi apresentado na tarde desta sexta-feira (17) durante entrevista coletiva na Secretaria de Segurança. 

Foram apreendidos quatro fuzis, incluindo ‘AK-47’, ‘M.16’ e ‘.50’, este de alto poder destrutivo; quatro pistolas, sendo uma de calibre ‘.40’; munições de fuzil e pistola; 10 carregadores; sete bananas de dinamite, entre grandes e médias; chapas de aço para colete; e uma furadeira. 

De acordo com informações da polícia, a metralhadora .50 é utilizada em guerras e com poder de perfurar carro-forte e de derrubar helicóptero.

A quadrilha foi desbaratada em uma ação conjunta das polícias Civil e Militar no povoado Gato Preto, na madrugada de quinta-feira (16). O bando era especializado em arrombamentos a instituições financeiras e carros fortes nos estados do Maranhão, Mato Grosso e Goiás, pretendia executar um plano ousado neste final de semana no interior do Maranhão.

Eram cinco os integrantes da quadrilha, que entraram em confronto com a polícia, sendo que três morreram no local. A polícia está na busca para captura dos outros dois integrantes. Contra o grupo pesam acusações de ataques a banco no interior do estado, tendo como característica o uso da violência e de grosso armamento.

O Secretário de Estado da Segurança Pública (SSP-MA), Jefferson Portela, disse que essa mesma quadrilha, em março de 2014, foi interceptada pela polícia quando tentava ataque contra um carro-forte, em Sítio Novo, nas proximidades de Grajaú.