sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Após aumento do ICMS, Alumar deixará de criar 2,5 mil empregos

A decisão do governo Flávio Dino (PCdoB) de aumentar alíquotas de ICMS no Maranhão já começa a produzir os primeiros efeitos negativos para a economia estadual.
A Alumar, uma das maiores geradoras de emprego do estado, deve anunciar nos próximos dias que, por conta do aumento do imposto – o que refletirá no preço de insumos -, desistiu de reativar sua área de Redução.
Esse setor voltaria a operar nos primeiros meses de 2017, gerando aproximadamente 1 mil empregos diretos e, ainda, 1,5 mil indiretos.
São 2,5 mil postos de trabalho a menos, em uma empresa apenas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.