terça-feira, 29 de novembro de 2016

Igrejas arrecadam 17 bilhões por ano no Brasil

Um levantamento da Receita Federal dá conta que as igrejas brasileiras, considerando diferentes religiões, teriam recebido R$ 17 bilhões, somando dízimos e ofertas voluntárias. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.
Os dados são de 2013, o último ano consolidado pelo órgão. Para efeitos de comparação, em  2011 foram arrecadados R$ 13,7 bilhões, mostrando um crescimento de 23,6%.
O montante arrecadado anualmente pelas igrejas pode ser ainda maior. Um levantamento do Jornal Folha de São Paulo, indica que em 2011 foram 20,6 bilhões de reais, com R$ 10,8 bilhões vindo de doações voluntárias, R$ 3,47 bilhões do dízimo, R$3 bilhões pela venda de bens e serviços e R$ 460 milhões de rendimentos em ações e aplicações.
Crise econômica atinge as igrejas
Não há dados consolidados para os 3 últimos anos, mas em meados de 2015 a crise econômica que o país atravessa atingiu em cheio as igrejas.
A revista Veja fez um levantamento e constatou que, no último ano e meio, a queda de receita chega a 40% em alguns segmentos de produtos e serviços voltados para os evangélicos. O processo de declínio só vem acelerando desde então.
Entre os vários líderes de ministérios que admitiram a diminuição das entradas estão os pastores Silas Malafaia, o missionário R.R. Soares e o bispo Robson Rodovalho. Além disso, diferentes programas de TV mantido por igrejas saíram do ar por falta de recursos.