terça-feira, 29 de novembro de 2016

Bandidos fortemente armados invadem aeroporto em assalto a carro-forte em Floriano no Piauí

O aeroporto de Floriano foi invadido por volta das 10h40 desta terça-feira (29). De acordo com informações preliminares recebidas pelo Portal O DIA, a ação teria sido praticada por um grupo de homens fortemente armados. O objetivo seria roubar malotes que dinheiro que eram transferidos de uma aeronave e seriam transportados por um carro-forte. 

No momento da ocorrência, o aeroporto estava fechado para receber somente a aeronave que trazia o dinheiro. Policiais militares e a equipe de segurança da empresa de transporte de valores, assim como alguns funcionários do aeroporto, estavam no local.

Houve troca de tiros com os bandidos e um policial, identificado até agora como tenente Passos, ficou ferido. O tiro atingiu o ombro do PM e a bala ficou alojada, mas ele não corre risco de morrer.
Segundo Raniery Almeida, advogado da empresa Esaero - responsável pela administração do aeroporto - os bandidos invadiram o pátio onde as aeronaves pousam. "Eles entraram pelas duas cabeceiras da pista ao mesmo tempo, bloqueando a passagem. Não sabemos que tipo de armas utilizavam, mas pelos relatos seriam metralhadoras e fuzis", conta o advogado. No local, foram encontradas cápsulas de projétil 5,56, característico de armas longas, como o fuzil AR-15.

Os bandidos metralharam o carro-forte e, em seguida, conseguiram fugir. De acordo com Raniery, eles levaram os malotes de dinheiro, mas não há informações sobre os valores. Equipes da PM e da Polícia Civil estão em diligências para encontrar os assaltantes.

O aeroporto de Floriano recebe voos diários, principalmente de aeronaves particulares. Também é frequente o pouso de aviões de empresas de transporte de valores, que atendem às demandas daquela região do Piauí. Os representantes da Esaero estão voltando ao estado. Eles se encontravam em Araguaína, no Tocantins, quando receberam a informação sobre o ataque em Floriano. A empresa é do Piauí, mas administra aeroportos em todo o Brasil.

Por: Andrê Nascimento