segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Guerra entre facções mata 33 em presídios no norte do país

Ao menos 33 detentos já morreram em decorrência de uma guerra entre as facções criminosas Primeiro Comando da Capital (PCC) e Comando Vermelho (CV) em presídios de Boa Vista (Roraima) e Porto Velho (Rondônia) até a tarde desta segunda-feira.
Oito presos foram mortos pela manhã na Penitenciária Estadual Ênio dos Santos Pinheiro, em Porto Velho. Cerca de trinta presos ligados ao Comando Vermelho puseram fogo em uma cela em que ficavam detentos do Primeiro Comando da Capital (PCC). As oito vítimas não conseguiram sair.
No domingo, 25 presos morreram na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Boa Vista. Cerca de 100 familiares de presos foram feitos reféns, mas liberados após intervenção da Polícia Militar. O confronto começou durante o horário de visitas, quando homens de uma das alas quebraram os cadeados e invadiram outra ala do presídio. De acordo com a Polícia Militar, entre os mortos, sete foram decapitados e seis foram queimados. Os detentos estavam armados com facas e pedaços de madeira.
Segundo o secretário de Justiça e Cidadania de Roraima, Uziel de Castro, a matança obedece a uma determinação do PCC de atacar os integrantes do Comando Vermelho. “Eles declararam guerra entre as facções. Estamos percebendo em nível nacional o rompimento desse acordo entre eles”, disse Castro, explicando que existem ramificações dos grupos em vários estados do país. Segundo ele, também ocorreram rebeliões no Pará e em Rondônia, com a mesma motivação.  (Com Agência Brasil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.