terça-feira, 6 de setembro de 2016

Instituto Exata recebe outra representação por pesquisas falsas, desta vez na cidade de Imperatriz

Segundo informações do Jornalista Andre Gomes, um conceituado escritório jurídico de Imperatriz, confidenciou que, nesta segunda-feira, 5 de setembro, a Justiça Eleitoral recebeu uma representação contra o “Instituto Exata”.
Na representação os advogados argumentam que houve flagrante fraude, com clara manipulação de dados eventualmente pesquisados, ocasionando a alteração do resultado estatístico, para beneficiar a candidata do PDT, concorrente a prefeitura de Imperatriz.

No arrazoado de 5 laudas, os advogados sustentam que houve um conluio criminoso, tendo como partícipes um secretário de Estado (dono oculto de um jornal diário), a candidata e o “insuspeito” instituto, autor da farsa.
Na avaliação do estatístico contratado pela banca advocatícia, para auxiliar nos argumentos técnicos estampados na petição, a fraude será revelada com a auditoria do plano amostral, quando confrontado com dados de campo de locais ditos pesquisados.

Enquanto aguardam o julgamento do mérito, os advogados apresentaram pedido de liminar, visando suspender os “trabalhos” do referido Instituto em Imperatriz ao argumento segundo o qual ele estaria manipulando dados eleitorais para favorecer a candidata de Flávio Dino, tentando induzir a erro eleitores considerados incautos diante de um falso cenário.
Fonte - Blog do Leonilson Mota