sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Chineses reafirmam interesse em investir R$ 9,75 bilhões em siderurgia no Maranhão

Em mais um passo das negociações com os chineses, duas empresas do gigante asiático voltaram a reafirmar interesse em investir no Maranhão. Desde o ano passado, o Governo do Maranhão vem negociando com as empresas, em um trabalho intersetorial de várias secretarias de Estado, sob coordenação do vice-governador Carlos Brandão. Hoje, a empresa voltou a reafirmar, durante audiência com a delegação do novo presidente Michel Temer, o interesse no investimento de R$ 9,75 bilhões para instalação de uma siderurgia no estado.

As tratativas para instalação do empreendimento no Maranhão tiveram início ainda no primeiro semestre de 2015, quando o governador Flávio Dino e o vice-governador Carlos Brandão receberam a visita do cônsul da China para o Nordeste Wang Xian e dos vice-cônsules, Zhang Xiangyan e Zhang Re para diálogo sobre as oportunidades de investimentos no estado.

Em agosto do ano passado, o Governo do Maranhão assinou protocolo de intenções com Zhang Shengsheng, CEO da CBSteel, empresa chinesa constituída para investimentos no Brasil.

A tratativa para a instalação de investimentos no Maranhão tem sido uma prioridade do Governo do Estado, que amplia diálogos e firma parcerias de cooperação técnico-científica que facilitam a troca de informações para instalação de empreendimentos no estado.

“Todas as negociações traçadas com o governo da China confirmam o compromisso do Governo do Maranhão em trazer para o nosso estado emprego e renda para os maranhenses”, afirma o vice-governador Carlos Brandão. “É um projeto de governo que reúne as condições necessárias para que o ramo da siderurgia se instale de forma positiva, atendendo aos critérios dos governos federal e estadual”.

Além dos investimentos da CBSteel, o Maranhão também avança na consolidação de investimentos de R$ 1,5 bilhão para implantação de um terminal multicargas em parceria com a China Communications Construction Company (CCCC).