quarta-feira, 13 de julho de 2016

Humberto Coutinho não assumirá o governo interinamente para não prejudicar candidatura do irmão em Matões

O presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho poderia assumir o governo do Maranhão por três dias na próxima semana, mas desistiu para não prejudicar a o irmão Ferdinando Coutinho, pré-candidato a prefeito de Matões.
Humberto Coutinho poderia assumir o governo por conta de uma viagem internacional do vice-governador Carlos Brandão e licença do governador Flávio Dino.
O governador já avalia se há necessidade de se licenciar do cargo. Em caso afirmativo, o comando do Executivo passará para o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Cleones Cunha.

“São inelegíveis, no território de jurisdição do titular, o cônjuge e os parentes consanguíneos ou afins, até o segundo grau ou por adoção, do Presidente da República, de Governador de Estado ou Território, do Distrito Federal, de Prefeito ou de quem os haja substituído dentro dos seis meses anteriores ao pleito, salvo se já titular de mandato eletivo e candidato à reeleição”, destaca o § 7º do Art. 14 da Constituição Federal. Por Gilberto Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.