quarta-feira, 6 de julho de 2016

Eduardo Costa (Eduardo DP) tem prisão decretada pela terceira vez e está foragido pela segunda

O empresário Eduardo Costa Barros, conhecido como Eduardo DP ou Imperador, teve a prisão decretada pela terceira vez. A informação é do delegado Leonardo Bastian, responsável pelo 2° Departamento de Combate à Corrupção no Maranhão.
Eduardo DP também foi alvo da operação de hoje, dia 5, que prendeu o prefeito de Paulo Ramos, Tancledo Lima Araújo, e o irmão dele, Joaquim Lima Araújo, que é secretário de Administração. Ele está foragido.
É segunda vez que o empresário não é preso pela polícia. A primeira vez foi em maio. Na época, a ex-prefeita de Dom Pedro e mãe de DP, Maria Arlene Barros Costa, foi presa.
O Blog apurou que a polícia vinha monitorando Eduardo DP, inclusive com interceptação telefônica. Desta vez, assim como na primeira, a polícia realizou campana na casa do empresário, que novamente não foi encontrado no local.
Não há qualquer suspeita de que DP esteja tendo informações privilegiadas sobre as operações.

Defesa:
Os advogados Carlos Sérgio e Marquinhos, que defendem os acusados por corrupção, disseram que o pedido de prisão preventiva não tem fundamento. Disseram ainda que o relator do processo, desembargador Tyrone José Silva, já havia negado o pedido de prisão. Tyrone Silva entrou de férias e o seu substituto, desembargador Raimundo Melo, decretou o pedido prisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.