segunda-feira, 6 de junho de 2016

Polícia de Tuntum desarticula mais uma quadrilha especializada em roubo de aparelhos celulares na região

Novamente a polícia de Tuntum agiu de forma eficiente ao desarticular uma quadrilha especializada em assaltos a lojas de aparelhos celulares. Foram vários assaltos misteriosos na cidade de Tuntum e região, intrigando as autoridades policiais por não deixar nenhuma pista dos autores dos crimes. O fim dos roubos misteriosos terminaram quando um dos integrantes da quadrilha agiu de forma mal sucedida e acabou sendo preso e posteriormente reconhecido pela vítima.
Rogildo da Conceição dos Santos foi preso após uma tentativa frustrada de assalto, sendo logo depois reconhecido por outra vítima, o proprietário de uma loja de eletrodomésticos . Após o reconhecimento, Rogildo confessou à polícia o crime e apontou sua irmã, Andressa Eduarda dos Santos, como sabedora do local onde estaria todos os produtos de seus roubos, cerca de 10 aparelhos celulares, além de uma arma de fogo calibre 32, provavelmente utilizada nas práticas criminosas.

Os aparelhos, frutos dos assaltos, estavam enterrados em um local, posteriormente descobertos por Antônio César Alves Lima, esposo de Andressa. Em seguida foi preso, conforme relato da polícia, Daniel Luís Campos indicado pelos demais integrantes de ser o chefe de toda organização, instalada nos povoados Palmas e Calumbi, pertencentes ao município de Presidente Dutra. 
O Comandante da Polícia Militar de Tuntum, capitão Aécio, principal responsável pela prisão dos envolvidos afirmou que a organização criminosa vinha atuando em vários municípios da região. Entre os roubos praticados está a loja da Vivo de Presidente Dutra, a loja Tim da cidade de Colinas, a loja Tim de São João dos Patos, a loja Tim de São Mateus e  a loja Casas Luíza de Tuntum. Os suspeitos encontram-se presos na Delegacia regional de Presidente Dutra. Com esse, soma-se mais um eficiente trabalho desempenhado pela polícia de Tuntum que, ultimamente, não tem dado trégua àqueles que infringem a lei.         


*Informações da Polícia Militar