quinta-feira, 7 de abril de 2016

Dilma impõe condições para um pacto Nacional

A presidente Dilma Rousseff falou nesta quinta-feira, 7, sobre as condições em que aceita discutir uma repactuação pela saída da crise política e econômica do País; durante encontro com representantes de vários movimentos de mulheres, Dilma disse o pacto deve passar pelo respeito ao voto, o fim das pautas bombas, unidade pela aprovação de reformas, inclusive da política, e a preservação de todos os direitos conquistados; “Nenhum pacto pode ser discutido se não respeitar os 54 milhões de brasileiros e brasileiras que votaram em mim. Devem ser respeitados os que não votaram em mim, mas participaram das eleições e acreditam nas regras da Democracia. Nenhum pacto sobreviverá se não tiver respeito pela Democracia”, seguiu e completou: “muitos deles têm clareza da fragilidade do processo e defendem que eu renuncie. Não devo ser submetida a impeachment por um motivo muito simples: não cometi crime de responsabilidade”, disse  Fonte - Brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.