terça-feira, 1 de março de 2016

Policia Federal prende vice-presidente do Facebook por empresa não liberar diálogos do WhatsApp

A Polícia Federal prendeu, na manhã desta terça-feira 1º, o vice-presidente do Facebook na América do Sul, Diego Jorge Dzodan, no Aeroporto de Guarulhos em São Paulo. Em comunicado, a PF diz que a ordem de prisão preventiva foi expedida pela Comarca de Lagarto, em Sergipe, após a rede social descumprir ordens judiciais.
A decisão está relacionada ao WhatsApp, que pertence ao Facebook. A companhia não colabora com investigações da PF na apuração do tráfico de entorpecentes de uma quadrilha local que se comunica pelo aplicativo. Segundo a PF, a rede social não quis ajudar em “investigações que tramitam em segredo de justiça e que envolvem o crime organizado e o tráfico de drogas”, e descumpriu uma decisão para que liberasse os dados do aplicativo.
Dzodan é argentino e representa o Facebook e Instagram na América do Sul há 10 meses. Ele será levado para a custódia da polícia em Sergipe.
Não é a primeira vez que o WhatsApp se recusa a ceder informações de seus usuários. No ano passado, a Justiça exigiu o bloqueio do WhatsApp em todo o país, e o motivo envolvia uma investigação criminal feita pelo Grupo de Combate às Facções Criminosas (GCF) em São Bernardo do Campo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.