quarta-feira, 2 de março de 2016

Morador pede cassação de vereadora acusada de trair marido com amante

A Câmara de Vereadores de Brasileia, município distante 232 km de Rio Branco, recebeu um pedido de cassação do mandato da vereadora Fernanda Hassem (PT-AC), no dia 23 de fevereiro. Impetrado por um morador da cidade, o pedido foi motivado por um suposto caso extraconjugal da parlamentar.
De acordo com o advogado Leandrius Muniz, que representa o impetrante, a denúncia é que houve quebra de decoro parlamentar por parte da vereadora. “Houve a quebra por conta de que o homem público tem que estar dentro da moral e ética no parlamento e fora dele. Não é uma atitude digna de um representante do povo”, explica.
G1 tentou entrar em contato com a parlamentar, porém, até esta publicação, ela não foi localizada para comentar o caso.
O presidente do Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores no Acre, Ermício Sena, defendeu a vereadora. “Ela tem uma vida toda dedicada ao município. O partido está saindo em defesa, todos os nossos parlamentares e lideranças, porque não podemos admitir essa atitude raivosa e preconceituosa que estão fazendo contra ela”, disse.
O suposto relacionamento extraconjugal mantido pela vereadora seria com o advogado Francisco Valadares Neto. Por telefone, Neto se recusou a falar a respeito do assunto.
Denúncia
O advogado do morador diz que a Câmara está demorando a apreciar o pedido de cassação. Segundo ele, já se passaram duas sessões e o presidente da Casa, o vereador Mário Jorge Gomes (PMDB-AC), não colocou o tema para ser debatido.
“Se ele [presidente da Câmara] não fizer isso até a próxima sessão, vamos pedir que o Ministério Público instaure procedimento referente ao crime de prevaricação e omissão. Queremos que haja o devido processo legal, que a matéria entre em pauta de votação”, afirma.
Procurado pela reportagem, o vereador Mário Jorge Gomes afirmou que não vai se pronunciar sobre o assunto à imprensa.

Um comentário:

  1. Em particular cada um tem o direito de guiar sua vida como bem quer. Mas nossos políticos tem de aprender que em público temos a obrigação de manter a decência.

    ResponderExcluir

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.