quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Justiça mantém prisão preventiva, nega pedido de relaxamento e prefeito continua preso

A procuradoria geral de justiça do Maranhão manteve a prisão preventiva do prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves (PSB), que é acusado de estuprar uma jovem de 18 anos. O pedido de revogação de prisão, solicitado pela defesa do acusado, também foi negado. Alves está preso desde sexta-feira (29), no Presídio São Luís I, em Pedrinhas.
Em depoimento à polícia, a estudante de direito afirmou que manteve relações sexuais, mesmo contra sua vontade, com o político em um motel da cidade. Ela afirma que foi seduzida com uma proposta de uma venda de R$ 70 mil em livros, atividade que, segundo ela, estava exercendo para custear sua faculdade.
Ribamar Alves tem 61 anos, é médico e, antes de se tornar prefeito, já cumpriu mandatos de deputado estadual e federal. Em 2013, ele foi acusado de ter assediado a juíza Larissa Tupinambá Castro. Na época, a magistrada chegou a dar voz de prisão ao gestor. A acusação da juíza é de que Ribamar Alves teria tentado beijá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.