quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Pastor estupra criança de 07 anos e diz que foi o demônio atentando

imagem meramente ilustrativa
Um pastor evangélico de 43 anos foi preso acusado de estuprar uma menina de apenas 07 anos em Goianésia (178 km de Goiânia). De acordo com a Polícia Civil, ele confessou o crime e relatou que abusou da criança duas vezes sendo uma na casa dele e outra no quintal da igreja e disse ainda que abusou também a própria enteada. “Ele falou que foi um momento de fraqueza, que foi um demônio atentando. Ele pediu perdão aos pais e à criança e que está disposto a pagar pelos erros dele”, informou a delegada responsável pelo caso, Poliana Bergamo. A vítima é filha de um integrante da igreja. Segundo investigações, os crimes ocorreram nos últimos dias 02 e 03 de janeiro quando os pais da criança tiveram que viajar devido à problemas de saúde e deixaram os dois filhos aos cuidados da família do pastor. O irmão da vítima, de 08 anos, não foi abusado. A delegada explicou que, quando os pais da menina retornaram, notaram que ela apresentava um comportamento estranho pois estava triste e calada. Ao questionarem ela contou o que havia ocorrido. “Ela é muito esperta e contou com riqueza de detalhes os atos libidinosos. Não houve conjunção carnal”, conta Poliana. Os pais se encontraram com o pastor que também confessou a eles o crime e na última segunda-feira (04), o casal registrou o caso na delegacia. Devido ao risco de fuga, a polícia pediu à Justiça a prisão preventiva do pastor que foi preso e posteriormente encaminhado ao presídio da cidade onde permanece à disposição da Justiça. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.