sábado, 14 de novembro de 2015

Imprensa francesa destaca 'Guerra em Paris'

"Guerra em Paris", destacou a imprensa francesa na manhã deste sábado, convocando a população a "enfrentar" a situação após a onda de atentados que sacudiu a capital francesa.
A manchete do Le Figaro era "A Guerra em plena Paris", na mesma linha do Le Parisien/Aujourd'hui en France, que estampou: "Desta vez, é a guerra".
"A barbárie terrorista superou uma etapa histórica", escreveu o diretor do jornal Libération, Laurent Joffrin.
"É impossível não ligar estes eventos sangrentos aos combates que ocorrem no Oriente Médio. A França tem seu papel e deve prosseguir com suas ações sem pestanejar".
Para o l'Est républicain, "a ameaça terrorista chegou ao solo francês e agora há um estado de guerra permanente", enquanto a manchete do jornal esportivo L'Equipe foi "O Horror".
"Nós éramos Charlie, agora somos Paris!" - escreveu o République des Pyrénées.
Ao menos 120 pessoas morreram na noite de sexta-feira em Paris em uma série de ataques terroristas, que incluiu uma chacina em uma casa de espetáculos e outros cinco atentados nas imediações do Stade de France.
O presidente francês, François Hollande, decretou estado de emergência, anunciou o fechamento das fronteiras do país e mobilizou reforços militares para enfrentar os "ataques terroristas sem precedentes". Veja.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.