sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Maranhão é alvo de operação de combate a pornografia infantil

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira, a 2ª fase da “Operação Gênesis”, com o objetivo de combater a distribuição de pornografia infantil. Os crimes investigados – armazenamento e divulgação de imagens e vídeos de pornografia infantil – preveem penas que podem chegar a seis de anos de reclusão e multa. 
As investigações foram baseadas em um trabalho de inteligência que identificou usuários que utilizam redes sociais, serviços de email e de armazenamento de arquivos para distribuir pornografia infantil.
Durante a 1ª fase, deflagrada em 02/09/2015, foram cumpridos 39 mandados de busca que resultaram na apreensão de grande quantidade de material de pornografia infantojuvenil. Por terem sido flagrados na posse desse tipo de material, onze pessoas foram presas em flagrante delito e três adolescentes foram encaminhados à Justiça especializada.
Cerca de 160 policiais cumprem 41 mandados de busca e apreensão em oito estados (AL, CE, ES, GO, MA, PE, RN e RR). O resultado final da operação, incluindo o número de pessoas presas em flagrante durante o cumprimento das medidas, deverá ser divulgado no final do dia. A Operação é coordenada pela Unidade de Repressão aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil na Internet – URCOP – sediada em Brasília/DF.
São Luís
A Polícia Federal cumpriu na manhã desta quinta-feira, três mandados de busca e apreensão em São Luís. Foram apreendidos smartphones, notebooks, pendrives, dentre outros dispositivos de informática, que serão encaminhados para perícia. Não houve prisões em flagrante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.