sábado, 31 de outubro de 2015

AMPEM rebate declarações do prefeito Gil Cutrim contra o Ministério Público

A Associação do Ministério Público do Maranhão (AMPEM) emitiu Nota de Esclarecimento rebatendo declarações do presidente da FAMEM, Gil Cutrim, de que que o MP persegue prefeitos no interior do Estado. A reclamação do prefeito de São José de Ribamar foi feita na sexta-feira (30/10), durante a abertura do 1ª Marcha Municipalista do Maranhão.
Na nota, a AMPEM ressalta que o MP é uma instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, com a elevada incumbência de defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis.
“É atribuição inalienável do Ministério Público zelar pelo exato e rigoroso cumprimento da lei, em defesa da sociedade e do regime democrático, sobretudo, para proteger o patrimônio público e a probidade administrativa, assim como outros interesses e coletivos, como outros interesses difusos e coletivos, como o meio ambiente, a educação, a saúde, etc”, diz a nota.
Em outro ponto, a nota ressalta que o pronunciamento feito pelo presidente a FAMEM só demonstra que a atuação firme e combativa dos promotores e procuradores de justiça tem desagradado grande parte dos gestores públicos. “À míngua de respostas convincentes à sociedade, resolveram partir para acusações injustas e infundadas contra a própria instituição do MP do Maranhão, numa clara tentativa de desqualificar o trabalho desenvolvido pelos nossos valorosos membros, assim colocar em descrédito nossa aguerrida missão”, ressalta.
Por fim, a AMPEM assegura à população maranhense que os membros do MP do Maranhão têm buscado apenas cumprir seu papel de defender os interesses da sociedade, a proteção do patrimônio público e da probidade administrativa.

Confira a íntegra da Nota da AMPEM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Zaidan de Sousa. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.