sábado, 25 de abril de 2015

Nota aos professores de Dom Pedro-Ma

A lei 11.494/2007 regulamenta o FUNDEB, que denomina quem são donos de no mínimo 60% dos recursos, os profissionais da educação básica em efetivo exercício. Desta forma, cabe ao gestor público repassar a esses profissionais, sem questionamento, pois compete a ele, o dever de apenas pagar em forma de salário, décimo terceiro salário e terço constitucional de férias se dentro do exercício financeiro. A Complementação da União creditados no ano subsequente deve ser repassada rigorosamente em forma de abono salarial aos profissionais que trabalham em prol de um futuro melhor para as futuras gerações. O prefeito deve procurar meios de cumprir as leis que beneficiam seu povo e não burlá-las como de costume, deve pagar o abono e não tentar ludibriar o débito com um grande evento, deve dar satisfação da aplicação dos recursos e não silenciar-se para vencer “professor” pelo cansaço. Depende de ti professor fazer valer seu direito, não deixe que esse repasse tenha o destino de beneficiar quem não deveria tocar nesse dinheiro.
Em Dom Pedro-Ma:
Comp. União fevereiro Comp. União janeiro Valor devido
R$ 1.244.878,53 R$ 370.766,36 R$ 874.112,17

Os municípios circunvizinhos que se preocupam com a valorização dos seus professores já negociaram o repasse extra da Complementação da União, como por exemplo: Santo Antônio dos Lopes R$ 800,00, Governador Acher R$ 3.500,00, Gonçalves Dias R$ 2.700,00, Presidente Dutra, São Domingos, Barão de Grajaú mais de R$ 3.000,00, dentre outros.
Portanto, o valor do abono salarial cobrado pelo SINSERPDOM seria próximo de R$ 1.886,00 para cada matrícula, referente ao crédito de fevereiro deste. Vale lembrar que estamos na iminência de mais dois repasses extras da União que serão creditados até o dia 05 de maio de 2015.
Faça suas contas, veja se vale apena comparecer a este evento aplaudir a mais este ato do nosso prefeito.

Por Jose Fonseca