quarta-feira, 22 de abril de 2015

João Alberto, Lobão, Roseana e Zé Reinaldo estão com as aposentadorias com os dias contados

Depois que em 11 estados O Supremo Tribunal Federal derrubou a imoralidade da pensão vitalícia para ex-governadores e viúvas de ex-governadores, o Maranhão será o próximo a cortar esses gastos bancados pelo contribuinte.
A OAB-MA e o Sindicato dos Servidores do Judiciário estão com ação no STF questionando a farra que beneficia quatro ex-governadores e duas viúvas.
São eles: João Alberto (que assumiu o governor por apenas nove meses), Edison Lobão, Roseana e Zé Reinaldo Tavares, além das viúvas Zenira Fiquene (José de Ribamar Fiquene) e Clay Lago (Jackson Lago).
Cada um recebe a quantia de R$ 25 mil mês, o que tolaliza R$ 125 mil a cada 30 dias e R$ 1.525,000,00 por ano, que dariam para construir postos de saúdes e perfurar vários poços para comunidade carentes no Maranhão.
Como o diabo não é  ruim para todo mundo, continuarão ganhando os ex-governadores José Sarney, João Castelo e a viúva de Luiz Rocha, que foram eleitos antes da constituição de 1988. Por L.Cardoso