quarta-feira, 8 de julho de 2020

Caso de peste bubônica na China: existe risco de pandemia?

A chamada de 'peste negra' provocou a maior pandemia da história e pode ser transmitida por picada de pulga de rato e também entre pessoas

Foi confirmado na cidade de Bayan Nur, na região chinesa da Mongólia Interior, um caso de peste bubônica, doença que causou a pandemia mais devastadora já registrada na história, durante a Idade Média. O fato levou autoridades chinesas a reforçarem medidas de segurança sanitária.

Isso porque a doença é disseminada pela mordida de pulgas infectadas pela bactéria Yersinia pestis que se hospedam em ratos e outros roedores, segundo o infectologista Paulo Olzon, chefe da disciplina de clínica médica da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

Não por acaso, na Idade Média, quando as condições de higiene eram absolutamente precárias, a doença resultou na morte de 75 a 200 milhões de pessoas na Europa e em parte da Ásia.

“A bactéria penetra na pele pela mordedura da pulga e desloca-se pelos vasos linfáticos até um gânglio linfático, provocando nódulos chamados de 'bubões' e, posteriormente, há um quadro de infecção generalizada”, afirma. A doença é também chamada de peste negra por causar manchas escuras na pele.

Os principais sintomas são febre alta, calafrios e dores no corpo. Se não tratada, a doença pode levar à morte em até duas semanas, de acordo com o infectologista Carlos Fortaleza.

Segundo Fortaleza, outras formas de transmissão, no entanto, ainda que muito raras, se dão por meio do contato com fluidos de animais infectados ou, ainda, quando o paciente desenvolve a forma pneumônica da doença, contraída por meio de gotículas respiratórias.

Os especialistas afirmam que o risco de uma pandemia de peste bubônica é praticamente nulo. "Além de a forma pneumônica da doença ser rara, a transmissão por gotículas se dá por um curto período de tempo", explica Fortaleza.

"Hoje em dia temos condições sanitárias adequadas, um diagnóstico rápido, que é realizado por meio da detecção da bactéria no sangue, e um tratamento eficiente à base de antibióticos", diz Marinella Della Negra, da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

Embora a peste bubônica não provoque mais pandemias, a doença não foi erradicada do mundo. Segundo o Ministério da Saúde, existem duas áreas consideradas focos naturais da doença: a região Nordeste e a cidade de Teresópolis, no Rio de Janeiro. O Brasil registrou apenas um caso da doença nos últimos 10 anos. Foi no ano de 2005, na cidade de Pedra Branca, região serrana do Ceará.

Entre 2010 e 2015, o mundo registrou 3.248 casos da doença. Destes, 548 evoluíram para morte. A doença ainda é endêmica em Madagascar, na República Democrática do Congo e no Peru, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Por Sofia Pilagallo, do R7

terça-feira, 7 de julho de 2020

WhatsApp barra contas do PT por disparos em massa, varias contas foram desativadas


O partido dos Trabalhadores teve nove de suas contas no WhatsApp desativadas nas duas últimas semanas por envio automatizado de mensagens e denúncias de spam político, ações proibidas pelos termos de uso da plataforma. A informação foi publicada pela coluna Tilt, do site Uol, nesta terça-feira (07).

O partido confirmou a coluna que estes eram todos os canais que tinham no WhatsApp e eles foram tirados do ar desde 25 de julho. Desde então, quatro foram restabelecidos. Ao ser procura pela reportagem para comentar a suspensão, a presidente do partido, Gleisi Hoffman, disse que a punição acontece dentro de um contexto maior: a batalha em torno do polêmico “PL das Fake News”, apoiado pela legenda, mas duramente criticado pela empresa em alguns de seus pontos.

Aplicativo do Seguro DPVAT registra mais 138 mil downloads no 1º semestre de 2020


Seguradora Líder aprimorou a ferramenta, permitindo que documentos sejam enviados pelos usuários por meio de fotos ou arquivos diretamente no
celular

De janeiro a junho de 2020, o aplicativo do Seguro DPVAT bateu a marca de 138.484 downloads. Nesse período, a plataforma registrou 10.062 pedidos de indenização e reembolsos do Seguro DPVAT. A cobertura de morte representa 18,6% dos pedidos, a de invalidez permanente, 38,9% e a de reembolso de despesas médicas, 42,6%. Desde o início da pandemia de Covid-19, o volume de solicitações recebidas por meio da plataforma teve crescimento de 22%.

Na busca permanente pelo aperfeiçoamento das experiências dos usuários, no fim de maio, o aplicativo passou por uma atualização para oferecer uma nova maneira para o envio da documentação: além da possibilidade de fotografar os documentos com a câmera do celular, o usuário pode enviar os que já estiverem digitalizados em formato PDF. Também é possível visualizar, na área de andamento dos pedidos, eventuais pendências do processo.

Para saber mais sobre as novas funcionalidades, clique aqui .

O aplicativo "Seguro DPVAT" está disponível para download gratuitamentenas lojas "Google Play" e "Apple Store" e permite que os beneficiários deem entrada nos pedidos de indenização por morte, invalidez permanente ou no reembolso de despesas médicas e suplementares (DAMS) diretamente à Seguradora Líder. No primeiro acesso ao aplicativo é preciso selecionar o perfil "Sou vítima, beneficiário ou representante legal" e, depois, preencher o cadastro. Em caso de dúvidas, todo o detalhamento de como utilizar a ferramenta pode ser encontrado em um vídeo tutorial, no canal do Youtube do Seguro DPVAT.

Além do aplicativo, a Central de Atendimento Telefônico éoutro importante canal disponibilizado pela companhia para que os beneficiários do seguro DPVAT possam dar entrada em seus pedidos. O atendimento está disponível exclusivamente para as vítimas de acidentes de trânsito e seus beneficiários, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, por meio dos telefones 4020-1596, para capitais e Regiões Metropolitanas, e 0800 022 12 04, para outras regiões.

Mais de 135 mil indenizações pagas em 2020

De janeiro a maio de 2020, foram pagas 135.102 indenizações às vítimas de trânsito ou aos seus beneficiários nas três coberturas previstas em lei. Quanto ao tipo de veículo, a maioria dos casos envolveu motocicletas (79%). Já considerando o tipo de cobertura, 68% foram para casos em que as vítimas ficaram com invalidez permanente.

Sobre o Seguro DPVAT

O DPVAT é um seguro obrigatório de caráter social que protege os mais de 210 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito, sem apuração da culpa. Ele pode ser destinado a qualquer cidadão acidentado em território nacional, seja motorista, passageiro ou pedestre, e oferece três tipos de coberturas: morte (valor de R13.500), invalidez permanente (de R135 a R13.500) e reembolso de despesas médicas e suplementares (até R2.700). A proteção é assegurada por um período de até três anos.

quarta-feira, 24 de junho de 2020

Saiba como devolver auxílio emergencial recebido indevidamente


Quem recebeu o auxílio emergencial, mas não preencheu os requisitos para ter direito ao benefício de três parcelas mensais de R$ 600, poderá devolver os valores recebidos indevidamente. O Ministério da Cidadania disponibilizou uma página na internet com o passo a passo para a devolução.

Dados da Controladoria-Geral da União (CGU) mostram a existência de 206.197 pagamentos com indícios de irregularidade no recebimento da primeira parcela do benefício e 37.374 pagamentos com os mesmos indícios de irregularidade na segunda parcela. A CGU disse que os cruzamentos feitos, relacionados ao mês de maio, indicam a existência de pagamentos a 318.369 agentes públicos incluídos como beneficiários do auxílio.

O trabalho é fruto do acordo de cooperação técnica (ACT) firmado entre a CGU e o Ministério da Cidadania em abril, com o objetivo de evitar desvios e fraudes, garantindo que o auxílio seja pago a quem realmente se enquadra nos requisitos definidos para o seu recebimento.

A CGU informou que os cruzamentos de informações não conseguem especificar se as pessoas portadoras desses CPFs cometeram fraude ou se tiveram suas informações pessoais usadas de forma indevida.

"Já foram identificadas, por exemplo, situações como pessoas que possuem bens ou despesas que indicam incompatibilidade para o recebimento do auxílio, como proprietários de veículos com valor superior a R$ 60 mil; doadores de campanha em valor maior do que R$ 10 mil; proprietários de embarcações de alto custo; além de beneficiários com domicílio fiscal no exterior. Além disso, embora o público-alvo do programa inclua trabalhadores autônomos e microempreendedores individuais (MEI), foram identificados entre os beneficiários sócios de empresas que têm empregados ativos", disse a CGU.

A CGU disse ainda que o montante de recursos envolvidos para os pagamentos feitos aos 318.369 servidores públicos, em maio, foi de R$ 223,95 milhões. "Na esfera federal, são 7.236 pagamentos a beneficiários que constam como agentes públicos federais, com vínculo ativo no Sistema Integrado de Administração de Pessoal (Siape), e 17.551 pagamentos a CPF que constam como servidores militares da União, ativos ou inativos, ou pensionistas. Nas esferas estadual, distrital e municipal, foram identificados 293.582 pagamentos a agentes públicos, ativos, inativos e pensionistas", informou.

Devolução

Após acessar a página, para devolução das parcelas recebidas fora dos critérios que permitem o recebimento do auxílio, basta seguir as orientações abaixo:
1. Informar o CPF do beneficiário que irá fazer a devolução;

2. Selecionar a opção de pagamento da GRU – “Banco do Brasil” ou “qualquer banco”.

Para pagamento no Banco do Brasil, basta marcar a opção “Não sou um robô” e clicar no botão “Emitir GRU”.

Para pagamento em qualquer banco, é necessário informar o endereço do beneficiário, conforme informações que serão pedidas após selecionar “Em qualquer Banco”, marcar a opção “Não sou um robô” e clicar no botão “Emitir GRU”.

De posse da GRU, é necessário fazer o pagamento nos diversos canais de atendimento dos bancos como a internet, os terminais de autoatendimento e os guichês de caixa das agências, lembrando que a GRU com opção de pagamento no Banco do Brasil só pode ser para canais e agências do próprio banco".

Auxílio emergencial

O auxílio é um benefício do governo federal, destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregado e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).

De acordo com o ministério, será preciso gerar uma Guia de Recolhimento da União (GRU) para fazer a devolução.

Quem tem direito ao auxílio emergencial?

Tem direito ao benefício o cidadão maior de 18 anos, ou mãe com menos de 18, que atenda aos seguintes requisitos:

• Pertença a família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);

• Que não esteja recebendo benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou outro programa de transferência de renda federal, exceto o Bolsa Família;

• Que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;

• Esteja desempregado ou exerça atividade na condição de:
- Microempreendedor individual (MEI);

- Contribuinte individual da Previdência Social;
- Trabalhador informal, de qualquer natureza, inclusive o intermitente inativo.

Quem não tem direito ao auxílio emergencial?

Não tem direito ao auxílio o cidadão que:

- Pertence à família com renda superior a três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou cuja renda mensal por pessoa da família seja maior que meio salário mínimo (R$ 522,50);

- Tem emprego formal;
- Está recebendo seguro desemprego;
- Está recebendo benefícios previdenciários, assistenciais ou benefício de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;

- Recebeu rendimentos tributáveis acima do teto de R$ 28.559.70 em 2018, de acordo com declaração do Imposto de Renda.


Por Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil - Brasília

terça-feira, 23 de junho de 2020

Para o bem do povo de São José dos Basílios: Oposição precisa se unir para vencer a eleição

A oposição basiliense precisa parar de egoísmo e deixar de olhar só para o próprio umbigo, é preciso sim atentar para os anseios e desejos do povo; que é dar um basta para o (des)governo do atual prefeito, impedindo assim que São José tenha a infelicidade de passar mais 4 anos sob a gestão incompetente e irresponsável de Farinha Paé. Para isso é preciso aprender a conviver com as diferenças e unir forcas com os diferentes, pois só assim será possível construir um grupo forte, com musculatura e viabilidade eleitoral para vencer a eleição.

Pesquisas mostram para que essa vitória aconteça, é necessário que toda oposição esteja unida, com um só objetivo e falando a mesma língua; a língua do povo, que torce nos 4 cantos do município para que haja uma única candidatura na oposição.

Os basilienses entendem que uma única candidatura seria a forma de enfrentar “o poder da máquina” de Farinha, que vai concorrer estando na prefeitura. A oposição como todos sabem, divide-se em 3 pré-candidatos; dois deles já bastante conhecidos da população, o ex prefeito Walter e a vereadora Antonia.

Também coloca-se como pré-candidato o ex-vereador de Presidente Dutra, Jurivan Carvalho, que apesar de ter formado um bom grupo, composto por gente batalhadora como a professora Kely, o ativista e presidente do CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Vato, o ex diretor municipal do departamento de esportes, Toin do Hostinha, o jovem trabalhador da saúde, Joaquim, as enfermeiras Milkilene e Ednaura, os vereadores Laureano e Telêmaco, Jurivan não conseguiu o apoio popular, e com o seu baixo desempenho eleitoral, as pré-candidaturas na oposição segue polarizada entre Walter e Antonia.

Entretanto, é necessário que os três escutem a voz do povo, e se juntem numa frente ampla de oposição capaz de derrotar o prefeito nas urnas! Ao povo que anseia por alternância, deveria ser entregue o poder de escolher o seu candidato, o povo deveria dizer qual dos 3 deve ser o cabeça de chapa, o que ficar em segundo lugar que seja o vice, e o que ficar em terceiro, que continue trabalhando para conquistar o seu espaço e um dia ser o candidato. 

Essa oposição não pode ser egoísta e deixar que o egoísmo exponha toda nossa população à tragédia de ter que suportar um segundo mandato de Farinha. Sem união, ele vence a eleição, por isso repito; para o bem do povo: a oposição precisa está unida.

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Dom Pedro ganha Restaurante Popular, um projeto de Thiago Palhares e Firlania Santos

Espero que todos colabore com o nosso 
projeto fazendo a sua doação.


Dom Pedro terá um restaurante popular, a inauguração será dia 12 de junho (sexta-feira) às 11 horas da manhã. O prédio fica localizado na Rua Humberto de Campos ao lado da igreja Universal. O evento contará com a presença da vereadora Rosa Nogueira e do pré-candidato a prefeito Lucyan Rezende.

O Restaurante Popular de Dom Pedro será implementado através de parceria entre o Thiago Palhares e amigos colaboradores. Em funcionamento o Restaurante servirá refeições ao custo de apenas R$ 2,00 (dois reais) a grupos prioritários que apresentam vulnerabilidade alimentar.

Thiago Palhares herdou da mãe a vontade de ajudar o próximo. Daí veio a ideia de levar refeições à população mais carente.

Uma forma de trabalhar melhor o projeto será através de avaliação da renda familiar de cada cidadão, beneficiando assim os mais carentes, que teriam direito preferencial à alimentação oferecida nas instalações. “Temos que tomar todo um cuidado também para não prejudicar os restaurantes locais”, explicou Thiago Palhares.

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Dom Pedro-Ma, registra a 6º morte por COVID-19



Dom Pedro registrou mais uma morte por Covid-19. A informação foi divulgada pela secretaria municipal de saúde, no boletim epidemiológico diário.

Além das mortes, o boletim ainda informa que foram registrados 615 casos até o momento.

O boletim informa que 59 estão recuperados da doença e 254 estão em acompanhamento.

De acordo com a secretaria de saúde do município, os óbitos estão sendo investigado.

sábado, 23 de maio de 2020

Prefeitura de Dom Pedro monta kits que serão distribuídos para tratamento da COVID-19

Os medicamentos serão distribuídos e liberados a partir da avaliação do paciente pelo médico.

A Prefeitura Municipal de Dom Pedro junto a Secretaria Municipal de Saúde tem se dedicado, apesar das dificuldades, a buscar formas de enfrentar a pandemia de coronavirus de forma efetiva, e com isso está montando kits para entrega de pacientes com coronavirus. Os medicamentos serão distribuídos e liberados a partir da avaliação do paciente pelo médico.

O kit consiste em medicamentos indicados pelo Ministério da Saúde. Que consiste em Cloroquina (450mg), Ivermectina (6mg), Sulfato de Zinco (66mg), azitromicina (500mg).

A Secretaria Municipal de Saúde ainda informa que a melhor forma de combate ao coronavirus continua sendo a prevenção, então sigam as dicas de higienização e prevenção, e se puder fique em casa.

DOM PEDRO: Foi prorrogado prazo para o enfrentamento e prevenção da COVID-19


sexta-feira, 22 de maio de 2020

DOM PEDRO: Foi registrado nesta quinta-feira 21 maio, o 1º falecimento por COVID-19


Mortes são culpa do vírus chines, não do Bolsonaro


O Brasil se torna o quinto pais a superar a bairreira das 20 mil mortes por covid-19 e total de casos do novo coronavírus já chega em 310 mil. Quase 126 mil brasileiros conseguiram vencer a doença.

“Passada a marca de 20 mil mortes, é obvio que é sempre uma tragedia. Mas precisamos tomar muito cuidado ao falar de ciência, porque é claro que cada morte é uma tragédia para aquelas famílias e parentes, amigos. Mas temos que analisar estatística para falar em ciência. Precisamos ser firmes e não só apontar o dedo para o presidente, que não tem nada a ver com isso.

O Brasil está conseguindo minimamente achatar a curva quando se olha uma média móvel. Tem muitas mortes contabilizadas nos últimos dias que vieram de antes. E, ao mesmo tempo, o único número que faz sentido é analisar óbito por milhão de habitantes. Afinal de contas o Brasil tem mais de 200 milhões de habitantes. Não faz muito sentido analisar números absolutos.

Quando a gente olha por essa métrica, o Brasil está longe e ser o inferno pintado por aqueles que querem, de alguma forma, acusar o presidente. Além disso, é importante lembrar que como ainda temos capacidade ociosa em leitos, alguns lugares apenas estão perto de 100%, nenhuma dessa mortes se deve a ausência de leitos. Ou seja, aconteceriam de qualquer forma. É culpa do vírus chinês e não do presidente.”

quarta-feira, 13 de maio de 2020

Como identificar a tosse da Covid-19?

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, qualquer tosse de uma pessoa próxima já é motivo para causar preocupação. Mas, afinal, com o que devemos nos incomodar? O acometimento das vias respiratórias pela Covid-19 causa uma infecção que gera uma inflamação. A resposta do organismo ao estímulo vem em forma de uma tosse seca. A intensidade pode variar. Alguns pacientes podem ter em grande quantidade, enquanto outros podem apresentar pouco.

Especialistas ouvidos por VEJA afirmam que o vírus atinge e inflama as vias aéreas e a primeira resposta do organismo é reagir à irritação com a tosse seca, sem expectoração, porque é uma particularidade da Covid-19 não aumentar a produção de muco – ao contrário do que acontece com outras enfermidades como a pneumonia, por exemplo. Para a origem do problema há mais de uma explicação.

Franco Martins, pneumologista da faculdade de medicina do ABC explica que para conseguir entrar na célula, o coronavírus se liga a um receptor chamado ECA-2 (enzima conversora da angiotensina 2). A enzima está presente em grande quantidade nas células pneumócito tipo II, que ficam nos alvéolos pulmonares. Com a inflamação, a troca de O2 por CO2 é comprometida e o indivíduo sente falta de ar e cansaço. A tosse seca é uma resposta do organismo para condição comprometida daquela região.

“O influenza atinge a região nasal e a garganta e tinha como sintomas o nariz escorrendo, dor de cabeça e uma sensação de sinusite. O coronavírus é de outra família e se liga ao ECA-2, um receptor que está presente em vários lugares, mas em concentração muito maior no pneumócito tipo II. Existe a inflamação em toda a via respiratória, mas é mais aguda na região pulmonar, dentro dos alvéolos. O vírus causa uma inflamação mais intensa no local, estimula a parte nervosa e gera o reflexo da tosse”, afirma Martins.

Paulo Abrão, professor de infectologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), afirma que há outro tipo de acometimento:  o problema já nas primeiras vias aéreas é suficiente para o aparecimento do sintoma. “No meu modo de entender, a maior parte da tosse vem da irritação de faringe, tranqueia e brônquios. Existe a infecção sim das células com muito ECA-2 e isso causa baixa oxigenação, o que leva a pessoa para a necessidade de utilizar um respirador. O que gera a tosse é a irritação dessas vias aéreas”.

A infecção causada pelo coronavírus dificulta a oxigenação do corpo e pode gerar quatro sintomas: febre, falta de ar, cansaço, além da tosse. “A febre acontece porque os leucócitos (glóbulos brancos) vão elevar a temperatura para favorecer o combate ao vírus. O cansaço aparece pelo mesmo mecanismo da febre. É um desbalanço da atividade normal. A falta de ar se dá pelo acometimento dos alvéolos. Normalmente uma pessoa com o coronavírus vai ter todos esses sintomas”, explica o pneumologista.

DOM PEDRO: Nesta quinta-feira 13 de maio o carro da dedetização nas principais ruas da cidade



Atenção!

A Prefeitura Municipal de Dom Pedro comunica a toda a população que irá passar com o carro da dedetização nas principais ruas de movimentação da cidade, por motivos da pandemia e visando a proteção e prevenção contra o COVID-19. Por se tratar de produtos químicos, pedimos a colaboração da população e que as mesmas não permaneçam nas ruas durante a aplicação do produto e também retirem os veículos (motos, carros, caminhões e etc) para evitar danos aos mesmos.

O trajeto ocorrerá da seguinte forma: Do Posto Bitú, seguindo A Avenida Gonçalves Dias e Rua Humberto de Campos até a Igreja Matriz. Entrando na rua do Clube da Juventude e descendo a Rua Engenheiro Rui Mesquita até a Praça das Bombas. Todas as Travessas do Centro, incluindo Mercado Central, Travessa do Bananal, Travessa Graça Aranha e Rua dos Carvalhos até a casa do Dr. Sansão. Rua da Veneza até a entrada da Rua Otto de Melo Lima (Rua da escola Luís Rocha).

O trabalho de limpeza começará amanhã, a partir das 18:30h.
A Prefeitura Municipal de Dom Pedro agradece a compreensão e colaboração da população.

domingo, 10 de maio de 2020

DOM PEDRO: Depois de sequestro mal sucedido, dois criminosos tombam em confronto com a polícia


Cinco criminosos fortemente armados que sequestraram, na manhã deste domingo (10), a família de um empresário da cidade de Dom Pedro (MA), foram cercados pela polícia em uma região rural do município de Bom Lugar. Ainda segundo informações, em decorrência do cerco fechado da polícia, com uso de helicóptero, o bando  abandonou os veículos e continuou a fuga pelo mato.

Durante troca de tiros com a polícia, dois criminosos tombaram. O clima é tenso em Bom Lugar por conta da operação. Reforços de PMs de cidades da vizinhas estão na área do Povoado Olho D'água dos Mirandas, para localizar e prender os três criminosos.
Mais informações

Por volta das 6h deste domingo, os elementos invadiram a casa do proprietário de uma distribuidora de colchas de cama e capas para sofá, na cidade Dom Pedro. A informação inicial era que se tratava de um assalto.

A Polícia Militar foi acionada, houve troca de tiros e um policial militar identificado por Sargento Franco, foi atingido com um tiro na coxa. A bala saiu nas nadegas.

O PM foi encaminhado para Presidente Dutra para atendimento médico. Há informações que ele não corre risco de morte.

 Os assaltantes fugiram usando dois veículos: uma caminhonete Toyota Hilux e um Hyundai HB 20, e seguiram sentido Presidente Dutra, ao chegar no povoado Serra do Dico, tomaram de assalto uma caminhonete Ranger branca.

Ainda de acordo com testemunhas, os elementos passaram por Joselândia, Pedreiras, Trizidela do Vale e foram interceptados em uma localidade entre os municípios de Bom Lugar e Olho D'água das Cunhãs. Duas mulheres reféns foram liberadas em Pedreiras e um homem conseguiu fugir na Serra do Capim.

As duas são filhas do empresário e foram resgatadas pela Polícia Militar.

Os elementos chegaram ao município de Bom Lugar,  abandonaram os carros e adentrando em um matagal. Uma mega operação policial está em andamento na intenção de prender os criminosos.

Todos os veículos usados na ação criminosa foram recuperados.


Com informações:
Ricardo Farias (Pedreiras) e Antônio Filho (Mirante AM)

Bandidos invadem casa de empresário e troca tiros com PMs em Dom Pedro

As primeiras informações que chegaram a nossa redação, é que o assalto foi  por volta das 6:40 da manhã deste domingo (10). Os assaltantes trocaram tiros com a polícia, levaram três reféns, dentre eles o filho e a nora do empresário Carlinhos das Colchas.

Na troca de tiros, um dos policiais acabou atingido na perna e os assaltantes fugiram sentido Presidente Dutra, onde na altura do Povoado Serra da Boa Vista, trocaram de veículos e soltaram os reféns.

Segundo informações os marginais estavam todos usando máscaras de proteção ao Covid-19.


Com informações Blog do Purabuxa

terça-feira, 5 de maio de 2020

DOM PEDRO: Prefeito Alexandre Costa determina o fechamento de todas as entradas de acesso ao município visando o combate à COIVD-19


Como objetivo principal de conter a pandemia e frear o avanço do coronavírus no município de Dom Pedro, o prefeito Alexandre Costa determinou o imediato fechamento de todas as entradas de acesso ao município.

A prefeitura Municipal de Dom Pedro, foi a primeira a decretar isolamento social no interior com apoio do Ministério Público, do Judiciário e Polícias Militar e Civil. “Na época, eu lembro que houve muitas críticas nas redes sociais, mas, somente hoje é que a gente ver que foi uma decisão acertada do prefeito”, declara um professor que mora na cidade.

De acordo com o comunicado, a medida visa restringir o acesso de pessoas e veículos e aumentar o controle de entrada e saída do município. Abaixo o Comunicado.

COMUNICADO

Como estratégia de combate ao COVID-19, o novo coronavirus, a Prefeitura Municipal de Dom Pedro juntamente com a equipe de Controle Municipal da Pandemia, decidiram que serão fechadas as entradas de Dom Pedro pelas vias principais de acesso a cidade. Assim, ficará restrito a passagem e aumentaremos ainda mais o controle de ida e vinda.
A Equipe de Controle ainda pede para que as pessoas evitem a transição desnecessária nas ruas, e se puderem, fiquem em casa.

O Maranhão tem 1439 pessoas curadas do novo coronavírus


segunda-feira, 4 de maio de 2020

Dom Pedro-Ma, registra o 136º caso positivo para COVID-19

De forma lenta e silenciosa os casos de covid-19 estão se expandindo em Dom Pedro. Conforme o último boletim epidemiológico expedido pela Secretária Municipal de Saúde já são mais de 130 o número de casos confirmados. Os suspeitos em isolamento domiciliar também estão crescendo, já ultrapassa a casa dos 260.

O numero de óbito chega ao segundo caso em Dom Pedro.


Pesquisa em Minas Gerais encontra coronavírus no esgoto


Pesquisa inédita identificou a presença do novo coronavírus no esgoto despejado no Ribeirão Arrudas e no Ribeirão do Onça, nos municípios de Belo Horizonte e de Contagem, em Minas Gerais. Conforme coletas realizadas entre 13 a 24 de abril, o vírus causador do covid-19 foi encontrado em oito de 26 amostras examinadas, equivalente a 31%.

Das oito amostras positivas para o novo coronavírus, três foram coletadas na sub-bacia do Ribeirão Arrudas e cinco na sub-bacia do Ribeirão do Onça.

Não há evidências científicas de que a doença possa ser transmitida por água atingida pelo esgoto. O monitoramento fornece, no entanto, informação estratégica para os gestores da saúde pública sobre as áreas e regiões com risco de maior incidência de transmissão

A pesquisa terá duração de dez meses e envolve o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Estações Sustentáveis de Tratamento de Esgoto (UFMG), a Agência Nacional de Águas (ANA), o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).