domingo, 19 de fevereiro de 2017

Jovem é preso suspeito de agredir a própria mãe após dar cachaça para cachorro

O jovem Maurivan Alencar  Silva, de 22 anos, foi preso na manhã deste sábado (18) suspeito de agredir a própria mãe e ainda tentar dar cachaça a um cachorro. O caso foi registrado pela Polícia Militar na Rua 09 do setor Dom Orione, em Araguaína (TO).

Segundo a polícia, a vítima é uma senhora de mais de 60 anos. Ela tinha passado por uma cirurgia recentemente e ficou sangrando em decorrência da agressão. Após registrar o Boletim de Ocorrência, a idosa fez exame de corpo de delito no IML.

Depois da prisão, o suspeito contou que estava bebendo cachaça sozinho quando o cachorro se aproximou. “Ele estava querendo beber comigo, aí eu peguei e dei, mas ele nem bebeu. Cuspiu tudo! A minha mãe não gostou e veio brigar. Eu não bati nela. Quebrei o celular porque ela disse que ia ligar para os homens [policiais]”, relatou.

A delegada Verônica de Carvalho informou que apesar do suspeito afirmar que não agrediu a mãe, o relato da vítima e de outras testemunhas dizem o contrário. “Maurivan tem passagem por furto e agora será enquadrado pela Lei Maria da Penha”, afirmou.
Segundo a família, Maurivan é usuário de drogas e costuma furtar objetos da própria casa para vender e sustentar o vício.

Márcia Costa//AF Notícias

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Cemar diz que operadora Oi lhe deve pelo uso de postes de iluminação pública

Em nota distribuída na ultima quarta-feira (15), pela sua Assessoria de Imprensa, a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) dá sua versão para a disputa judicial com a operadora Oi por conta de dívidas que ambas alegam haver entre a outra parte. Na última segunda-feira (13), a Justiça determinou que a Oi ficará impedida de suspender os serviços de telefonia e internet da companhia de energia, que reclama uma dívida de R$ 1,9 milhão, enquanto esta diz que a Oi também lhe deve e pede um encontro de contas.

Eis a íntegra da nota:
Considerando a repercussão da notícia divulgada dia 13 de fevereiro por diversos veículos de imprensa no estado do Maranhão, a Cemar vem a público esclarecer da forma que segue:

Como concessionária do serviço público federal de distribuição de energia elétrica, a Cemar detém a obrigação de compartilhar a sua infraestrutura de postes com as prestadoras de serviços de telecomunicações (telefonia, TV à cabo e dados/fibra ótica), dever este imposto pela Lei Geral de Telecomunicações.

No caso da Oi/Telemar, a Cemar, há anos, vem tentando a renovação do vínculo contratual referente a este compartilhamento, no entanto, sem sucesso nesta negociação, pois esta operadora se recusa a arcar com os custos inerentes a este compartilhamento.

Não havendo alternativa, a Cemar buscou a via judicial para garantir o seu direito ao recebimento da devida contraprestação, nos termos da lei, e conforme praticado em todo o território nacional, em especial com outras operadoras no Estado do Maranhão.

Em vista desta inadimplência e com a finalidade de preservar a qualidade do serviço público concedido à Cemar, não houve alternativa, senão realizar o depósito judicial dos valores e respectiva compensação de débitos e créditos mútuos com a OI, na forma prevista em lei, assim como ressalvar os demais direitos desta concessionária em decorrência da ocupação dos postes que permanece sendo realizada pela Oi.


Por fim, cabe destacar que a decisão unânime do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão vem confirmar a legalidade do procedimento adotado pela Cemar e, em vista disto, a impossibilidade de suspensão do serviço de telefonia prestado em favor da Cemar.

Do Maranhão Hoje

Armamentos de guerra apreendidos com assaltantes de bancos são apresentados na Secretaria de Segurança

O arsenal de guerra apreendido com uma quadrilha de assaltantes de bancos e carros-fortes, na cidade de Grajaú, foi apresentado na tarde desta sexta-feira (17) durante entrevista coletiva na Secretaria de Segurança. 

Foram apreendidos quatro fuzis, incluindo ‘AK-47’, ‘M.16’ e ‘.50’, este de alto poder destrutivo; quatro pistolas, sendo uma de calibre ‘.40’; munições de fuzil e pistola; 10 carregadores; sete bananas de dinamite, entre grandes e médias; chapas de aço para colete; e uma furadeira. 

De acordo com informações da polícia, a metralhadora .50 é utilizada em guerras e com poder de perfurar carro-forte e de derrubar helicóptero.

A quadrilha foi desbaratada em uma ação conjunta das polícias Civil e Militar no povoado Gato Preto, na madrugada de quinta-feira (16). O bando era especializado em arrombamentos a instituições financeiras e carros fortes nos estados do Maranhão, Mato Grosso e Goiás, pretendia executar um plano ousado neste final de semana no interior do Maranhão.

Eram cinco os integrantes da quadrilha, que entraram em confronto com a polícia, sendo que três morreram no local. A polícia está na busca para captura dos outros dois integrantes. Contra o grupo pesam acusações de ataques a banco no interior do estado, tendo como característica o uso da violência e de grosso armamento.

O Secretário de Estado da Segurança Pública (SSP-MA), Jefferson Portela, disse que essa mesma quadrilha, em março de 2014, foi interceptada pela polícia quando tentava ataque contra um carro-forte, em Sítio Novo, nas proximidades de Grajaú.


Revolta nas redes sociais contra governador Flávio Dino por causa das constantes blitz na região

Meus estimados leitores, nesta notinha da noite, eu quero dizer que já vi muitas blitz sendo realizadas em nossa região; elas sempre geraram reclamações dos condutores que tiveram seus veículos apreendidos por conta de algum problema; mas vou dizer uma coisa nos ouvidos de vocês: eu nunca tinha visto tanta revolta contra o governador Flávio Dino por conta de blitz como vi nestas que estão sendo realizadas em cidades próximas à Pedreiras. O povo está odiando o governador de uma forma assustadora e está manifestando esse sentimento de uma forma violenta, como nunca tinha acontecido. Teve gente que xingou  o governador e outros que o ameaçou de pisa. Esse que ameaçou, ouvi dizer que é um vereador lá de ...

 Confira a revolta nos áudios que estão neste vídeo. 

Fonte - Blog do Carlinho

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Prefeitura de Presidente Dutra divulga programação do Carnaval 2017

A prefeitura de Presidente Dutra através da Secretaria Municipal de Cultura divulgou a lista das bandas que irão animar o Carnaval 2017. Ao todo serão dez atrações que prometem animar os foliões e sacudir a Praça São Sebastião. A novidade deste primeiro Carnaval do primeiro ano do segundo mandato do prefeito Juran Carvalho é o encontro de paredões que acontece logo na sexta-feira (24), véspera do sábado gordo da folia. Confira as atrações e os dias de folia.

Comarca de Dom Pedro realiza dois julgamentos na próxima semana

O juiz Carlos Eduardo Coelho de Sousa, titular de Dom Pedro, vai presidir duas sessões do Tribunal do Júri na comarca na próxima semana. Os julgamentos estão marcados para os dias 20 e 22 próximos e terão como réus Paulo Sérgio Nascimento (dia 20) e Cristiane da Conceição Silva e Raimundo Nonato Nascimento da Silva (dia 22). Todos os réus estão sendo acusados de crime de homicídio.
Sobre o primeiro julgamento, que ocorre na segunda-feira, o réu Paulo Sérgio Nascimento é acusado de ter matado Wallysson Santos Mourão, em outubro de 2008. Consta no inquérito policial que Walysson foi morto a golpes de faca, na Praça das Bombas. Paulo Sérgio se encontra preso aguardando o julgamento. Neste caso, o réu teria confessado o crime em interrogatório preliminar. Testemunhas também atribuíram a ele a morte de Wallysson.
No julgamento da quarta-feira, dia 22, os réus Cristiane da Conceição Silva e Raimundo Nonato Nascimento da Silva são acusados do assassinato de Francinaldo Assunção da Silva. O crime aconteceu em março de 2015, no povoado Mangueira, localidade do Município de Dom Pedro. De acordo com a denúncia os dois réus teriam matado Francinaldo com disparos de arma de fogo e golpes de facão.
Relata que Cristiane tinha uma união estável com Francivaldo durante dois anos, e um caso anterior com Raimundo. Ela teria dito a Raimundo que a condição deles dois ficarem juntos seria matarem Francivaldo. Teriam tramado para que Francivaldo fosse buscar manga e, lá chegando, teria sido alvejado com um tiro de espingarda e um golpe de facão no pescoço. O próprio acusado relatou sobre os acontecimentos. Neste caso duas qualificadoras se apresentam: Motivo fútil e emboscada
De acordo com a secretaria, as reuniões ocorrerão na sala de audiências do Fórum de Dom Pedro, a partir das 9 h, e serão presididas pelo juiz Eduardo Coelho de Sousa, com a presença da promotora de Justiça Ariadne Dantas, dos advogados dos réus e de 7 jurados que serão sorteados na abertura dos trabalhos.

Santo Antônio dos Lopes: Bigu manda destruir Canteiro Central De Avenida pra fazer Carnaval e acaba com uma tradição de anos de folia na Praça Abraão Ferreira

Eleito em outubro passado prometendo fazer a diferença na gestão pública de Santo Antonio dos Lopes, o prefeito Bigu Oliveira vem se notabilizando mais pelas lambanças que tem protagonizado no município, do que pelas realizações de seu governo, que até o momento são pífias.
Cinquenta dias à frente da prefeitura e depois de já ter recebido mais de OITO MILHÕES DE REAIS, sua administração está emperrada mais do que cavalo no atoleiro, sem sair do lugar; isso sem contar com suas trapalhadas.
A última do “ex-Liso” Bigouzinho (uma mistura de Bigu com Mousinho) foi MANDAR DESTRUIR o canteiro central da Avenida Maranhão Sobrinho pra realizar o Carnaval.

Bigu acabou cometendo dois crimes: um ambiental, porque mandou arrancar todas as plantas do canteiro construído há décadas, desde a administração do ex-prefeito Renato Abreu, pai da atual vice Priscyla Abreu; e outro contra os foliões, interrompendo uma tradição bem mais antiga, a de realização do carnaval na Praça Abraão Ferreira
A atitude ditatorial do prefeito Bigu deixou os moradores da Avenina Maranhão Sobrinho, a maioria de idosos, “putos” da vida e os amantes do Carnaval na Praça, mais “putos” ainda. E viva a administração Bigouzinho.
Perguntar não ofende: E agora, o que dizem os “defensores” da moralidade pública de SAL que tanto batiam no ex-prefeito Eunélio Mendonça, hoje pendurados nas têtas da prefeitura? Resposta: NADA; estão caladinhos, caladinhos.
Por adonias Soares

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Quem previu esse fim do mundo?

Você acaba de se safar da última ameaça à civilização: não há sinal do asteróide que se chocaria com a Terra nesta quinta-feira (16) — a notícia falsa nasceu de uma entrevista do jornal britânico Daily Mail com o teórico da conspiração russo Dyomin Damir Zakharovich. E essa não é primeira vez que a humanidade escapa do fim.
Religiões de todo o mundo têm seus próprios mitos de criação e destruição, a ciência tem um leque incrível de opcões para o juízo final, o cinema tem uma coleção de diretores especializados em filmes-catástrofe e há um pequeno exército de videntes, profetas e messias inundando a TV e os tablóides com previsões cataclísmicas.

Quadrilha de assaltantes é abortada em Grajaú e três morrem em troca de tiros com a policia.

A policia recebeu informações dessa associação criminosa, em virtude dos roubos de carros que estavam acontecendo nas cidades vizinhas e em Grajaú. Segundo a policia estes roubos não são comuns e levantaram suspeitas e a policia obteve informações que estes veículos, foram vistos trafegando nas estradas vicinais da região do Ponto da Negra.
Após estas informações o Major da PM de Grajaú Carlos Alexandre determinou que fosse feito um levantamento do local e, comunicou o delegado de policia civil Kairo Cley, que deu todo apoio com homens para este levantamento. Juntos a equipe pediu apoio dos superiores e a presença de equipes da policia especializada no meio rural, no caso o COSAR.

Participaram da operação os grupos; CTA com Helicóptero, GRT, COSAR, FT de Grajaú e a PC também de Grajaú. Na chegada ao local durante a abordagem os homens que estavam no local revidaram e receberam a policia há bala, os policiais também revidaram atingindo três que vieram a óbito no local, dois fugiram. A policia acredita que eles estavam no local à espera dos demais integrantes da quadrilha.

O Delegado de Policia Civil Kairo Cley parabenizou moradores que deram informações e disse que a policia está de parabéns, com essa ação integrada. Onde juntos comando militar e policia civil integram parcerias para que o trabalho possa acontecer.
O comandante da PM de Grajaú major Marcos Alexandre, disse que eles estavam preparados para atirar na policia, tendo em vista que um dos veículos roubados estava adaptado com uma chapa de ferro por dentro, para que as balas que fossem efetuadas em trocas de tiros não chegassem a atingir o bando. O comandante disse que tudo leva a crer que o banco de Grajaú seria mais uma vez a vitima dos assaltantes.

Com eles a policia conseguiu apreender; Fuzis uma Ponto 50, dois M16, um AK47, um AR15 além de muita munição de grosso calibre. Pistolas: Duas ponto 40, uma 380, uma 9 milímetro, 10 carregadores, 37 detonadores junto com espoletas, uma furadeira fura copo usada para furar carro forte, 32 barras de dinamites soltas e 5 prontas para o uso.

Três veículos roubados também foram apreendidos, uma CRV branca de placa NXC 9101 que era o carro adaptado com chapa de ferro, uma estrada vermelha de placa QKE 5174 e, uma Mitsubishi blindada que ficou no local porque estava com pneus furados.


 O helicóptero CTA esteve no pátio da delegacia de Grajaú, o grupo aéreo também deu apoio para operação.





Fonte - Blog Realidade na Tela.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Pensão alimentícia.....Pai paga muito

Hoje uma cliente decidiu entregar a guarda do filho para o Pai criar!
Transcrevo aqui seus argumentos, que me convenceram a patrocinar sua causa.
" - doutor, decidi que tenho muito o que fazer, quero voltar a estudar, malhar, sair mais com os amigos, viajar, e meu filho ira me prender um pouco.
Mas isso não quer dizer que eu va abandoná-lo.

Sempre que der irei vê-lo, de vez em quando vou buscá-lo, mas só nos fins de semana que eu não tiver nenhum compromisso, e se não der, qualquer coisa eu aviso o Pai que estou "sem tempo", ligo pra ele e falo que "a mamãe tá trabalhando muito, por isso não pode ir".

Eu não deixarei de ser uma boa mãe, pois sempre estarei postando fotos com ele nas redes sociais pra mostrar a todos o quanto a amo.
E vou fazer de tudo pra não esquecer de mandar uma mensagem ou até mesmo ligar durante a semana dizendo que sinto saudades, vou mandar uma mensagem de parabéns no dia do aniversário dele, isso se a correria do dia-a-dia permitir.

Quando puder e se sobrar, darei uns R$250 por mês ( pq as coisas estão difíceis pra mim e o Pai dele tem que compreender isso).
Bom, R$ 250,00 será suficiente para comprar o que ela precisa com relação a alimentação, roupas, calçados, material escolar, merenda, passeios, essas coisas que crianças gostam e precisam...

O resto, o Pai que se vire tbm, porque eu não sou obrigada a ficar dando dinheiro pro Pai dele né, vai saber se ele vai gastar com meu filho mesmo, ou com cerveja, balada, ou quem sabe com a atual namorada."

Te pareceu chocante?
Absurdo? Uma atitude horrível?
Agora inverta os papéis:
É uma história comum e real, mas só choca quando a mulher é a protagonista!

Em apoio a milhares de mães que arcam
praticamente sozinhas com a criação dos filhos.

Será Verdade? Ponte da rua Afonso Pena vai ser reconstruída

A construção da ponte da rua Afonso Pena deverá iniciar em aproximadamente 10 dias. O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira 15, de fevereiro  pela prefeita de Dom Pedro, Rosângela Nogueira.
A ponte foi danificada em 2014, na gestão do ex-prefeito Hernando Macedo, e só agora vai ser reconstruída. Naquele ano a ponte não suportou o peso de um caminhão carregado com material de construção.

Rosângela Nogueira determinou a Secretaria Municipal de Obras que faça uma ponte de concreto, passagem de veículos nos dois sentidos de direção e pistas laterais de pedestres. O valor previsto da obra é de aproximadamente de R$ 250 a 500 mil com recursos próprios da prefeitura.

Rigo Teles pede viaturas para reforçar a segurança de Dom Pedro e mais 14 municípios do Maranhão

O líder do Partido Verde na Assembleia Legislativa, deputado Rigo Teles, protocolou indicações na Mesa Diretora da Casa – encaminhadas ao governador Flavio Dino e ao comandante geral da Polícia Militar, coronel José Frederico Gomes Pereira, e o secretário de Segurança Jeferson Portela  – pedindo, com urgência, a viabilização de viaturas policiais para reforçar a segurança pública de Dom Pedro e mais 14 municípios Estado do Maranhão. 
Nas indicações, que já estão nas mãos do Governador,  do Comandante da Policia Militar do Maranhão e do Secretário de Segurança, Rigo Teles pede viaturas para as polícias Militar e Civil dos municípios de Grajaú, Riachão, São Raimundo do Doca Bezerra, Mirador, Presidente Dutra, Jenipapo dos Vieiras,  Fortaleza dos Nogueiras, Fortuna, Dom Pedro, Fernando Falcão, Feira Nova, Alto Alegre, Barra do Corda, Arame e Bom Lugar
         
Para o deputado – que é o legítimo representante dos municípios na Assembleia e nas demais esferas de poder – as viaturas policiais são necessárias para reforçar, com a máxima urgência, o policiamento nos municípios, no combate à criminalidade, oferecendo maior segurança, e consequentemente proporcionando melhor condição de vida a população.
O parlamentar acredita que governador Flávio Dino, o Coronel Pereira e  o Secretário de Segurança, atenderão os pleitos da população, pois não têm medido esforços para investir em novos recursos no setor da segurança pública, especialmente equipando os batalhões da PMMA e as delegacias da Polícia Civil de todo Estado do Maranhão com viaturas e armamentos.

LUTA PELA SEGURANÇA
A luta do deputado Rigo Teles para garantir a segurança da população tem sido uma constante. Recentemente Rigo participou na Secretaria de Estado de Segurança, de reunião com o secretário Jefferson Portela, para tratar de pleitos no setor de segurança pública, cobrados pela classe política e pela população que reclama do alto índice de criminalidade no Maranhão.

Na reunião, Rigo Teles entregou pessoalmente indicações ao Secretário, encaminhadas ao comandante Geral da Policia Militar do Maranhão, Coronel Pereira, solicitando mais viaturas policiais para equipar as delegacias, o 5º Batalhão de Policia Militar do Maranhão, em Barra do Corda, e a 15ª Companhia Independente de Policia Militar do município de Grajaú.

Rigo entregou também indicações, pedindo viaturas para as delegacias e para 18º Batalhão da PM, em Presidente Dutra, e 15º Batalhão da PM de Bacabal e reforçar o policiamento nas delegacias e nos batalhões de Formosa da Serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Fernando Falcão, Tuntum, Arame, Jenipapo dos Vieiras, Mirador, Dom Pedro e de Presidente Dutra.

Jeferson Portela garantiu as viaturas para as delegacias de Barra do Corda, Grajaú, Presidente Dutra, Tuntum, Mirador, Bacabal, Balsas, Arame e outros municípios.

Insatisfeito com PCdoB, Hernando Macedo migra para o PDT

Não é segredo para ninguém que a família Macedo anda insatisfeita com o governo Flávio Dino (PCdoB). A insatisfação é tão grande, que mudanças já estão sendo feitas.
Em conversa com o titular do Blog, o ex-prefeito de Dom Pedro, Hernando Macedo, afirmou que está saindo do PCdoB para ser membro do PDT e se lançar como candidato a deputado federal pela legenda em 2018, que terá também o ex-prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, concorrendo a uma vaga na Câmara Federal.

A saída de Macedo do partido comunista joga luz nas insatisfações geradas no âmbito do partido de Flávio Dino e escancara ainda mais as prioridades do governo, que é eleger como deputado federal os secretários de Comunicação, Márcio Jerry, de Infraestrutura, Clayton Noleto, e reeleger Rubens Pereira Júnior.
A indiferença de Dino em relação a família Macedo é notória e só tem aumentado, embora o pai de Hernando, o empresário Dedé Macedo, tenha sido um dos grandes apoiadores do governador em 2014. Ele chegou até emprestar o seu helicóptero para facilitar a ida do gestor estadual às cidades Maranhão durante a campanha de 2014.

Fonte - Neto Ferreira

Filho de diarista é aprovado em 1º lugar em Direito na PUC do Rio de Janeiro pelo Prouni


Mirthyani Bezerra.....Do UOL, em São Paulo 

As pernas da diarista Roseane Silva de Lima, 41, tremeram quando ela ouviu da boca do filho mais velho a notícia de que ele havia passado no curso de Direito da PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro). João Antonio Lima da Silva, 17, passou em primeiro lugar entre os aprovados do Prouni (Programa Universidade para Todos) para o curso.

"Eu contei os anos, meses, dias, para que isso acontecesse. Ele me falou na maior simplicidade do mundo que tinha passado no primeiro lugar da PUC. Meu coração acelerou, queria pular de alegria. Comecei a chorar. É um orgulho que eu não consigo explicar", contou.

João Antonio estudou o ensino fundamental inteiro na Escola Municipal Cardeal Leme, que fica em Benfica, bairro da zona norte do Rio de Janeiro, onde até hoje mora com a mãe, os dois irmãos --um de 12 anos e outro de um ano de idade --, o padrasto e um tio.

Quando estava no oitavo ano, um professor de matemática o aconselhou a tentar umas das bolsas da Ismart - entidade privada que oferece bolsas em escolas particulares para jovens de baixa renda de 12 a 15 anos. Ele participou do processo seletivo em 2011. Naquele ano, houve 9.165 inscritos e 168 aprovados, ou seja, concorrência média de aproximadamente 54 candidatos por vaga.

Conseguiu uma bolsa integral para estudar no Colégio São Bento. "No oitavo e nono ano eu estudei no Cardeal de manhã e no São Bento à tarde. No ensino médio, eu fiquei só no São Bento", explicou.

Ele conta que sempre sonhou em se formar em Direito. "É uma coisa que eu tenho desde pequeno. Entender como funciona a sociedade, saber dos direitos do cidadão", diz.

Para João, o seu sucesso no Prouni tem tudo a ver com a sua família. "Ela [minha mãe] me criou sozinha. Há quatro anos só que ela está com meu padrasto. O fato de ter conseguido entrar em Direito atribuo a minha família, a minha criação, aos meus professores. Estou otimista. Sei que vai ser um período muito bom na minha vida", acredita.

A mãe de João é de Natal (RN) e se mudou para o Rio de Janeiro com o filho quando ele tinha apenas um ano, depois que o relacionamento com o pai do rapaz não deu certo. "Eu trabalhava de segunda a sábado em uma casa de família em Jacarepaguá e deixava ele na casa da minha irmã. Ele nunca deu trabalho", conta a diarista, que faz faxina duas vezes por semana para ajudar no sustento dos três filhos.

"Os professores dele falavam para mim quando ele era criança para tentar colocar o meu filho numa escola melhor. Mas eu sempre dizia que eu não podia, que não tinha condições. Eu dizia que se ele tivesse de aprender, ia ter que ser na escola pública", conta Roseane.


Ela diz que sempre soube do orgulho que o filho daria. "Lembro dele sentadinho no sofá, porque a gente não tinha mesa. Ele colocava os livros na perninha para fazer a tarefa de casa. Ele gostava tanto de estudar que chegava da escola e nem queria tomar banho. Eu esperava que ele passasse [no Prouni], mas não tinha ideia que ia ser em primeiro lugar", conta.

A Secretaria de Cultura e Turismo de Dom Pedro convida todos que irão trabalhar no carnaval de 2017


terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Senado aprova PEC que libera vaquejadas

O plenário do Senado aprovou hoje (14), em dois turnos, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que permite a realização das vaquejadas. Após uma decisão do Supremo Tribunal Federal no ano passado, que considerou inconstitucional a lei que regulamentava a atividade, os senadores aprovaram agora uma emenda constitucional para garantir a legalidade da prática, desde que não envolva crueldade com os animais.

A PEC é de autoria de Otto Alencar (PSD-BA) e teve 28 assinaturas de senadores para começar a tramitar. O texto recebeu apoio especialmente dos parlamentares do Nordeste, onde a prática da vaquejada é comum e, geralmente, atrelada a festividades tradicionais.

Vários senadores do Nordeste ressaltaram que a tradição movimenta a cadeia produtiva em pequenas cidades do interior da região, estimulando a geração de empregos e renda. “É preciso aperfeiçoar a atividade da vaquejada e discutir o que é cuidar do bem-estar animal, sem negar a possibilidade de uma manifestação cultural”, disse o senador Roberto Muniz (PP-BA). Para ele, a reação negativa a essa tradição envolve o preconceito com nordestinos.
Já o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), um dos que votaram contra a proposta, disse que não há como manter a vaquejada sem provocar sofrimento aos bois envolvidos, porque eles são puxados pelo rabo e derrubados no chão durante a prática.

“A minha origem é nordestina, tenho parentes nordestinos. Respeito, inclusive, parentes que assim pensam e quem pensa diferentemente, mas há de se distinguir o que é cultura do que é, de fato, a prática reiterada de maus-tratos aos animais, que, no meu entender, o Supremo Tribunal Federal compreendeu como ferimento claro ao princípio elementar de respeito aos direitos humanos insculpido na nossa Constituição”, afirmou Randolfe.

Tramitação
Como o texto foi aprovado em dois turnos pelo Senado, a PEC segue agora para a Câmara. Se for aprovada pelos deputados sem alterações, a matéria seguirá para promulgação. Caso contrário, terá que retornar ao Senado para revisão.


Mariana Jungmann - Repórter da Agência Brasil

6 em cada 10 adolescentes não usaram preservativo em 2016

Os jovens estão deixando de usar camisinha. Apesar dos alertas de que o preservativo evita DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) ou gravidez indesejada, diferentes justificativas aparecem e a ausência da camisinha vira hábito.

Para ter uma ideia, uma pesquisa do Ministério da Saúde mostrou que 9 em cada 10 jovens de 15 a 19 anos sabem que usar camisinha é o melhor jeito de evitar HIV, mas mesmo assim, 6 em cada 10 destes adolescentes não usaram preservativo em alguma relação sexual no último ano.

Nem aqueles que são ainda mais jovens e estão no início da vida sexual dão atenção para o preservativo. A Pense (Pesquisa Nacional de Saúde Escolar), publicada pelo IBGE, mostrou que em 2015, 33,8% dos adolescentes entre 13 e 17 anos que já tinham começado sua vida sexual não usou camisinha na última transa –o índice é nove pontos percentuais maior do que em 2012.
Quando perguntados, as justificativas para deixar de lado a proteção mesclam a falta de preocupação, de informação e o descuido.

“Na hora não penso nisso”

Um dos obstáculos que deixa os jovens mais distantes da camisinha é a falta comunicação direta. Antigamente, uma propaganda na televisão conseguia atingir toda a população e deixar claro a importância da prevenção. Hoje em dia, o jovem já não assiste canais de TV aberta e passa muitas horas grudado no celular.

“O mundo e as conversas mudaram, as campanhas pelo uso da camisinha têm que evoluir”, diz Adele Benzaken, diretoria do Departamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde.
Uma das tentativas do Ministério de modernizar o diálogo aconteceu nas Olimpíadas e as Paraolimpíadas no Rio de Janeiro, em 2016. Usando o aplicativo de paquera “Hornet”, voluntários tiraram dúvidas sobre prevenção, diagnóstico e tratamento de DSTs. Mais de mil mensagens foram trocadas durante os 49 dias do projeto, chamado #CloseCerto.

“Falta usar mais essa criatividade nas campanhas. Tem que ser menos careta, mais frequente. As campanhas estão sumindo e o jovem não percebe a vulnerabilidade que tem”, comenta Roseli Tardelli, editora-executiva da Agência Aids.

Quatro cidades do Paraná terão novas eleições para prefeito no dia 2 de abril

Os eleitores de quatro municípios paranaenses voltarão às urnas no dia 2 de abril, um domingo, para eleger prefeitos e vice-prefeitos em novas eleições. Os pleitos serão realizados nas cidades de Foz do Iguaçu, Piraí do Sul, Nova Laranjeiras e Quatiguá. As novas eleições foram marcadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

De acordo com o artigo 224 do Código Eleitoral, que sofreu algumas mudanças com a Reforma Eleitoral de 2015 (Lei nº 13.165), novas eleições devem ser realizadas sempre que houver, independentemente do número de votos anulados e após o trânsito em julgado, “decisão da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do diploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário”.

As instruções para a realização dessas eleições são estabelecidas por meio de Resolução específica, aprovada por cada Tribunal Regional Eleitoral. Constatada a necessidade de nova votação, a junta apuradora comunicará o fato ao respectivo tribunal regional, que, por sua vez, marcará o dia para a renovação da votação nas seções indicadas.

De acordo com o artigo 2º da Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.332/2010, compete ao TSE, “mediante provocação fundamentada dos tribunais regionais eleitorais, autorizar a realização de eleição suplementar no semestre das eleições ordinárias”.
Resolução
A Resolução 23.394/2013 do TSE determina que, no caso do artigo 224 do Código Eleitoral, “as eleições deverão ser marcadas sempre para o domingo de cada mês designado pelo Tribunal Superior Eleitoral”, se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do estado nas eleições federais e estaduais ou do município.

A decisão da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do diploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário acarreta, após o trânsito em julgado, na realização de novas eleições, independentemente do número de votos anulados. Se a vacância do cargo ocorrer a menos de seis meses do final do mandato, a eleição será indireta.

Calendário 2017
Já estão marcadas novas eleições em 20 municípios de nove estados. As primeiras serão realizadas no dia 12 de março nas cidades de: Ervália, São Bento Abade e Alvorada de Minas, em Minas Gerais; Calçoene, no Amapá; Arvorezinha, Butiá, Gravataí, Salto do Jacuí, São Vendelino e São Vicente do Sul, no Rio Grande do Sul (RS); e Conquista D’Oeste, no Mato Grosso.
Também já há novos pleitos marcados para o dia 2 de abril nos municípios de: Bom Jardim da Serra e Sangão, em Santa Catarina; Ipojuca, em Pernambuco; Carmópolis, em Sergipe; e Guajará-Mirim, em Rondônia.
Fonte: TSE.

MESQUITA AÇAI: O ponto certo para você saborear as delicias do Açaí

Vai ficar em casa neste carnaval? 
Então venha conhecer as instalações do Mesquita Açaí e saborear um delicioso Açaí com um preparo especial. 
Nosso endereço: Rua Engenheiro Rui Mesquita - Centro, próximo da Santana Cabeleireira. Contato - (99) 99196 6677

Você conhece os benefícios do açaí?

Polícia Militar do Espírito Santo anuncia processo de demissão de 161 PMs envolvidos em paralisação

A Polícia Militar do Espírito Santo informou que vai publicar, nesta terça-feira (14), em Diário Oficial do Estado, a instauração dos primeiros Inquéritos Policiais Militares (IPMs) e o processo de demissão de 161 militares envolvidos no aquartelamento que teve início na sexta-feira (3).
As publicações são dos primeiros inquéritos instaurados de 703 policiais militares investigados. Caso sejam condenados, os militares podem pegar de 8 a 20 anos de detenção.

A condução dos inquéritos vai ficar a cargo da Corregedoria da PM. Quando concluídos, serão encaminhados para o Juízo de Direito da Vara da Auditoria Militar, que vai enviar o processo para análise da Promotoria de Justiça junto à Vara da Auditoria Militar. Segundo o Ministério Público Estadual, cabe a um promotor avaliar cada inquérito e decidir se denuncia os militares e propõe uma ação penal ou se arquiva os casos.
Os processos de demissões têm prazo inicial de 30 dias para serem concluídos, segundo o governo.

Matéria Completa ⇒ G1 Espírito Santo

PROCON do Maranhão cobra adequação de cabeamento de operadoras de telecomunicações

Presidente do Procon-MA, Duarte Júnior, conduz diálogo com operadoras de telecomunicações.:Foto/Divulgação
O Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (PROCON/MA) realizou, nesta segunda-feira (13), um diálogo com fornecedores sobre o compartilhamento da infraestrutura de cabos em postes. A reunião contou com a parceira com a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), para cobrar das operadoras de telecomunicações a regularização de suas redes de cabos.

De acordo com a Resolução Conjunta n° 4/2014, da Anatel com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), as operadoras dos serviços de telefonia, internet, TV por assinatura e similares podem utilizar a rede de cabeamento dos postes públicos, dividindo a responsabilidade com as concessionárias de energia elétrica. Contudo, as operadoras devem obedecer às regras de segurança previstas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), quanto à distância entre um cabo e outro, por exemplo, além de se responsabilizarem pela manutenção periódica e conjunta.

O presidente do Procon/MA, Duarte Júnior, lembrou às empresas que o prazo para adequação já expirou há mais de 1 ano e que as empresas devem adequar imediatamente seu cabeamento. “A oferta desses serviços de forma inadequada compromete a vida, saúde e segurança do consumidor. As empresas já extrapolaram o prazo de adequação, e é por isso que agora vamos agir de forma mais contundente para evitar prejuízos aos consumidores”.

Segundo a gerente da Anatel no Maranhão, Karine Braga Monteiro, um dos maiores problemas é o uso clandestino dos postes. “Empresas que sequer possuem registro junto à Anatel utilizam os postes para fazer um cabeamento clandestino, além da situação de empresas que utilizam a estrutura à revelia das concessionárias. Conforme o trabalho conjunto que a Anatel e a Aneel vem desenvolvendo, há um entendimento de que as concessionárias de energia elétrica têm liberdade para interromper esse tipo de serviço irregular”, explicou a gerente.

O assessor jurídico da Cemar, David Abdala, reiterou a responsabilidade que as empresas que ocupam os postes possuem com a segurança dos consumidores. “Nós sabemos que os serviços de telecomunicações vêm crescendo muito no estado e as empresas precisam perceber sua responsabilidade perante seu consumidor e com toda a comunidade”. As empresas terão 10 dias para apresentar plano de trabalho prevendo as etapas de adequação. O descumprimento poderá ensejar a aplicação de sanções, como multas, e até a suspensão da atividade.