domingo, 17 de novembro de 2019

Celulares pré-pagos com cadastros desatualizados serão bloqueados em 17 estados nesta segunda, diz Anatel


Medida vale para Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo.


Os celulares pré-pagos que não tiverem cadastro atualizado depois de terem recebido notificação das operadoras terão as linhas bloqueadas nesta segunda-feira (18).

A medida da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vale para consumidores dos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo.

Como atualizar o cadastro

Quem tiver a linha pré-paga bloqueada poderá fazer a atualização dos dados cadastrais junto à sua prestadora por meio dos canais de atendimento, como call center e espaço reservado ao consumidor na internet.

Nesse contato, devem ser informados o nome completo e o endereço com o número do CEP. No caso de pessoa física, é necessário o número do CPF e, para pessoa jurídica, o CNPJ. Também poderão ser solicitadas informações adicionais de validação do cadastro.

Para garantir que o SMS de solicitação de recadastramento recebido foi, de fato, encaminhado pela prestadora contratada, o consumidor pode conferir os números utilizados pelas prestadoras para envio destas mensagens na página Cadastro Pré-Pago, no portal da Anatel na internet.

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

MARANHÃO: impostos sobre a conta de luz aterrorizam consumidores

Com o aval dos nossos nobres deputados o Governo Flávio Dino já se deu ao luxo de reajustar pela terceira vez a alíquota sobre circulação de mercadorias e serviços (ICMS) da gasolina, diesel, biodiesel, bebidas alcoólicas, refrigerantes, dentre outros, em todo o maranhão, e os resultados dessa maldade já está refletindo de forma negativa na vida dos maranhenses.

Aqui na cidade de timbiras assim como em todo o estado, muita gente está passando por um verdadeiro perrengue para honrar o pagamento da conta junto a concessionaria de energia, seja na modalidade domestica ou comercial como explica o jovem Abdoral Farias, que é dono de uma borracharia e um lava jato. “É um verdadeiro absurdo pagar a quantidade de impostos que estão nos cobrando numa conta de luz. O meu consumo é de apenas R$ 276.64, mas pago só de imposto 166.16, o que aumenta a minha conta para R$ 442.80 e com isso o imposto come todo o meu lucro e compromete a renda da minha família”, disse o trabalhador.

Na conta do senhor Abdoral e de todos os maranhenses o imposto que mais pesa no bolso é o (ICMS), que no caso especifico da conta dele foi cobrado R$ 73. 68, mas além do famoso (ICMS) ainda tem a taxa de iluminação pública municipal que foi reajustada no ano passado e está comprometendo a renda de muita gente no município de Timbiras, e que também veio salgada na conta do senhor Abdoral R$ 65.60. 

Por isso é importante que os nossos legisladores seja municipal ou estadual, aqueles mesmos dos discursos inflamados em épocas de campanha jurando amor aos eleitores e fidelidade às causas em beneficio da população possa refletir sobre o seu verdadeiro papel e não votar em pautas em desfavor da população.


Por Romenigue Couto

Sob Dino, Maranhão segue liderando ranking de pobreza e extrema pobreza


Levantamento divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geográfica e Estatística) aponta que o Maranhão, sob o governo de Flávio Dino (PCdoB) desde janeiro de 2015, segue como o estado do país com a maior quantidade de pessoas com rendimento abaixo da linha da pobreza e da extrema pobreza.
Os dados são SIS (Síntese de Indicadores Sociais), referentes ao ano de 2018, divulgados nesta quarta-feira 6.

Segundo os números, no ano passado, o país ainda tinha 13,5 milhões de pessoas em extrema pobreza, com o Maranhão permanecendo na liderança do ranking. O estudo aponta, ainda, que a pobreza atinge sobretudo a população preta ou parda.

No estado, diz o IBGE, o rendimento domiciliar de 20% da população maranhense é de apenas R$ 145 por mês, e 53,0% da população possui renda mensal per capta de R$ 420.

A linha é definida pelo Banco Mundial —que é a métrica adotada pelo IBGE—, que considera em pobreza extrema aqueles que vivem com até US$ 1,90 por dia, ou seja, o equivalente a R$ 145 por mês. Por outro lado, são considerados pobres aqueles que tem o PPC (paridade do poder de compra) menor que US$ 5,50 por dia, o que equivale a R$ 420 por mês.

Na campanha eleitoral de 2018, durante entrevista à TV Mirante, o governador Flávio Dino foi questionado sobre a situação calamitosa vivida pelos maranhenses, completamente contrária ao prometido por ele ainda na primeira disputa pelo Palácio dos Leões, quando derrotou a família Sarney apresentando-se ao eleitorado como uma mudança na política e na forma de governar.

Como resposta, porém, Dino afirmou que jamais garantiu que tiraria o Maranhão da pobreza extrema. “Eu não prometi esse absurdo, que seria obviamente algo inviável, algo inalcançável”, disse.

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Professora mata professora a facadas no Maranhão

A Polícia Militar informou que a professora Katiane Silva é suspeita de matar a colega, identificada como Bel Borges, a facada. A motivação estaria relacionada a uma suposta  traição.

O crime ocorreu na cidade  Pedro do Rosário (MA), durante uma  discussão elas. As professoras  lecionavam na escola Nelson Marques, no povoado Anta.

Bel Borges foi socorrida e veio ao óbito no hospital da cidade, após receber um golpe de faca. A jovem era sobrinha do Prefeito de Pedro do Rosário, Raimundo Antonio. O crime chocou a população da pequena cidade do inetrior do estado do Maranhão.

De acordo com informações repassadas aos policiais mlitares, que atenderam a ocorrência, a professora Bel Borges teria um relacionamento com o diretor da escola, Nil Jackson, que também se relacionaria com a professora acusada pelo crime,  Katiane.

Fonte blog da Suelda Santos

sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Secretário de Barão de Grajaú é preso suspeito de prostituição de adolescente


Edmar Azevedo é secretário de Cultura e é investigado em caso que teria oferecido dinheiro para fazer sexo com uma adolescente de 16 anos.

Uma operação da Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (25) Edmar Azevedo, secretário de Cultura do Município de Barão de Grajaú, na região sudeste do Maranhão. Dentre os casos em que é investigado, ele é acusado de prostituição de menores por pagar para fazer sexo com uma adolescente de 16 anos.

A denúncia foi feita por familiares da vítima. A polícia investigou o caso e pediu a prisão preventiva do secretário, que foi preso nesta sexta-feira (25), Além disso, a polícia apreendeu vários materiais e vídeos na casa de Edmar, que serão investigados.

Após ser levado para a delegacia, o secretário foi encaminhado para a penitenciária de São João dos Patos. O G1 não conseguiu contato com a defesa de Edmar para comentar o caso.



AGORA É OFICIAL: Prefeito Bigu de Santo Antonio dos Lopes desiste de concorrer à reeleição

O prefeito de Santo Antonio dos Lopes Bigu de Oliveira usou a Tribuna da Câmara Municipal na manhã desta sexta-feira (25) para anunciar oficialmente que não concorrerá a reeleição nas eleições de 2020.

O anúncio foi feito durante sessão do Poder Legislativo que acontece todas as sextas-feiras. “Mesmo sendo a maior liderança política atualmente em Santo Antonio dos Lopes, mesmo tendo um governo bem avaliado, mesmo tendo a maior aceitação de voto popular, eu não vou concorrer as eleições do ano que vem”, declarou Bigu de Oliveira.

O prefeito afirmou ainda que está encerrando sua trajetória política nesse mandato, mas que não abandonará o povo do município. “Enquanto eu estiver aqui (no mandato) o meu trabalho vai permanecer e quero contar com meus amigos e aliados a terminar esse mandato da melhor forma possível” afirmou Bigu.

Desistência há muito tempo anunciada

Ao anunciar oficialmente sua disposição em não disputar um segundo mandato de prefeito, Bigu não causou surpresa pra ninguém, talvez só para aqueles “aliados” de última que desembarcaram na prefeitura na administração atual, porque, de fato, não conseguem viver longe do poder.

O prefeito já havia anunciado que não seria candidato a reeleição e isso ficou claro em Janeiro desse ano, quando o prefeito usou sua página numa rede social pra informar sua desistência de concorrer à reeleição.

Alguns membros do grupo chegaram a apostar numa possível mudança de decisão de Bigu, fazendo com que ele voltasse atrás; em vão.

De acordo com informações repassadas ao Blog de AdoniasSoares, o prefeito Bigu de Oliveira continua no comando e é ele quem deverá decidir o destino do grupo. “A condução é dele, o candidato a ser escolhido ou a ser apoiado passa por ele, portanto, será o Bigu que decidirá os rumos a serem tomados visando as eleições pra prefeito do ano que vem”, avalia um integrante da ala política do prefeito.

MIRADOR: Vendedores de jóia são assaltados na MA 270


Um roubo foi registrado na manhã de hoje (25), na MA 270, sentido Mirador, próximo à ponte Progressiva.

Segundo informações policiais, a guarnição que estava de serviço recebeu a notícia de disparos de arma de fogo no endereço acima citado, chegando lá viram o veículo das vítimas capotado. Populares informaram a guarnição que um carro prata de marca Corolla vinha em perseguição ao carro (Voyage) na tentativa de assalto, neste momento o carro das vítimas teria capotado. Os assaltantes levaram uma pasta de promissórias de clientes e alguma peças de joias.

Com todas as informações em mãos, a polícia começou realizar buscas no intuito de encontrar os assaltantes, a perseguição adentrou as principais vicinais da região, até que os meliantes abandonaram o veículo na saída do povoado Macaco nas proximidades do bairro Mutirão e evadiram-se do local. A polícia informou a delegacia de Colinas para tomar as providências cabíveis, como a remoção do automóvel usado no assalto.

As vítimas são vendedores de joias.

Fonte: Marco Júnior

Marcos Valério cita Lula como mandante do assassinato de Celso Daniel


O publicitário Marcos Valério, condenado a 40 anos de prisão por ser o operador do mensalão do PT, disse em depoimento que teve a informação de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria sido um dos mandantes da morte de Celso Daniel – prefeito petista de Santo André (SP) assassinado em 2002. A revelação foi publicada pela revista Veja, que obteve o depoimento do publicitário ao Ministério Público de São Paulo.

Valério disse que a informação de que Lula teria sido o mandante do assassinato foi repassada a ele diretamente pelo empresário Ronan Maria Pinto – que participava de um esquema de propina na prefeitura de Santo André.

Segundo a reportagem, Ronan ameaçou envolver a cúpula do PT na morte de Celso Daniel, e Valério havia sido designado pelos petistas para comprar o silêncio do empresário. Ainda de acordo com o relato ao MP-SP, ele e Delúbio Soares, tesoureiro do PT à época, se encontraram em 2003 com Ronan em um hotel de São Paulo. O depoimento de Valério relata também que Ronan, nessa reunião, disse que não ia "pagar o pato" sozinho e que apontaria Lula como "mandante da morte" de Celso Daniel. Para não fazer isso, exigiu dinheiro. O pagamento, de R$ 6 milhões, teria sido feito. À época, Lula já era presidente.
De acordo com a reportagem, o promotor do MP-SP Roberto Wider, que ouviu Marcos Valério, quis saber se ele havia conversado com Lula sobre esse episódio. O publicitário disse que sim, e relatou como foi o diálogo: “Eu virei para o presidente e falei assim: ‘Resolvi, presidente’. Ele falou assim: ‘Ótimo, graças a Deus’."

Antiga cúpula do PT envolvida no assassinato de Celso Daniel

A reportagem da revista Veja informa ainda que, segundo o depoimento de Marcos Valério, não apenas Lula e Delúbio Soares estariam envolvidos a operação para não envolver petistas na morte de Celso Daniel. Diversos outros integrantes da cúpula do PT à época teriam tido alguma participação na negociação para calar Ronan Maria Pinto.

Quem teria chamado Valério para usá-lo como emissário do pagamento a Ronan foi Gilberto Carvalho – chefe de gabinete do então presidente Lula. O publicitário também citou no depoimento, como pessoas que estariam por dentro da "operação", o ex-secretário-geral do PT Silvio Pereira, o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha, o ex-deputado Professor Luizinho e Paulo Okamotto (ex-presidente do Sebrae no governo do PT e amigo pessoal de Lula).

Marcos Valério relatou que Okamotto certa vez o ameaçou caso decidisse contar o que sabe: "Marcos, uma turma do partido acha que nós devíamos fazer com você o que foi feito com o prefeito Celso Daniel. Mas eu não, eu acho que nós devemos manter esse diálogo com você. Então, tenha juízo".

Por que Celso Daniel foi sido executado; e a contradição de Valério

No depoimento ao MP-SP, o publicitário Marcos Valério contou que Professor Luizinho, que havia sido vereador em Santo André e que conhecia Celso Daniel, explicou que o "problema" ocorreu porque a corrupção na prefeitura tinha como objetivo financiar gastos do PT – especialmente os da campanha presidencial de Lula em 2002. Mas o esquema teria virado uma "ação de gângster".

Essa "ação de gângster" teria sido o uso de dinheiro desviado para enriquecimento de pessoas envolvidas no esquema de corrupção. Nesse ponto, há uma contradição no depoimento de Valério, pois ele diz que a informação que recebeu de Professor Luizinho era de que Celso Daniel teria sido morto porque se opôs a entregar a condução do esquema a esse grupo, que seria contrário aos interesses do PT (obter dinheiro para si).

Como o pagamento a Ronan foi feito

As investigações da Operação Lava Jato confirmaram a forma como foi feito o pagamento Ronan Maria Pinto, segundo o relato de Marcos Valério. O Banco Schahin, que recebia aportes milionárias de fundos de pensão dirigidos por petistas durante o governo do PT, "emprestou" R$ 12 milhões ao empresário José Carlos Bumlai, amigo de Lula. Desses recursos, R$ 6 milhões foram usados para comprar o silêncio de Ronan. A outra metade foi entregue a Jacó Bittar, amigo de Lula e pai de Fernando Bittar – o dono oficial do sítio de Atibaia pelo qual o ex-presidente foi condenado. À Lava Jato, o banco admitiu ter feito a simulação de empréstimo a pedido do PT.

A relação entre o caso Celso Daniel e a Lava Jato não se encerra nesse ponto. Segundo a reportagem da revista Veja, Marcos Valério contou a história inteira em 2018 ao então juiz Sergio Moro.

Professor de caratê é preso em São Luís após ser acusado de abusar de adolescentes


O professor de caratê Erick Marques Alves foi preso nesta quinta-feira (24), em São Luís. De acordo com a Polícia Civil, o homem é suspeito de abusar sexualmente de quatro meninos em Araçoiaba da Serra (SP) e estava com um RG falso com o nome Jackson Douglas de Araújo Brito quando tentava procurar emprego.

Segundo a polícia, havia um mandado de prisão temporária no nome dele. Mesmo que seja liberado na audiência de custódia por porte de documento falsificado, o suspeito ficará preso.

O delegado de Araçoiaba da Serra, Irani Barros, responsável pela investigação dos supostos abusos conta que o mandado de prisão temporária é de 30 dias.

Relembre o caso

O professor é suspeito de pedir para os adolescentes o acompanharem até um quarto, local onde aconteciam os abusos frequentes.
A polícia apreendeu três HDs, um computador, um tablet, um pen drive, um roteador e um videogame que estava conectado à internet.

Em nota oficial publicada no Facebook, a Prefeitura de Araçoiaba da Serra disse que não havia recebido qualquer comunicado envolvendo alunos do Departamento de Cultura.

O SuperAção de Karatê conta com cerca de 80 atletas, que treinam diariamente na academia. Além disto, o grupo realiza ações sociais na cidade e desde 2017 ministra aulas de karatê. A página da SuperAção no Facebook foi desativada e as placas da academia foram retiradas.

Com informações Neto Ferreira

domingo, 20 de outubro de 2019

Polícia Rodoviária Federal apreende veículo roubado e arma de uso restrito em rodovia do Maranhão


Nas primeiras horas da manhã de domingo, dia 20 de outubro, no km 260 da BR-316, município de Santa Inês, estado do Maranhão, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordaram um veículo passeio estacionado no acostamento da rodovia e constataram se tratar de um automóvel com ocorrência de roubo ou furto, que transportava no interior do mesmo algumas pistolas Ponto 40 (.40) e uma arma longa de uso restrito. O condutor do veículo é um 2⁰ Sargento da Policia Militar do Maranhão, lotado na divisa com o Pará.

Por volta das 6h50, umaequipe PRF da Unidade Operacional de Santa Inês realizava patrulhamento de rotina, quando voltou a atenção para um veículo TOYOTA/Corolla, estacionado na margem da BR 316, na altura do KM 260, perímetro urbano da cidade de Santa Inês – MA. Durante a abordagem o condutor do veículo, identificado na ocasião como 2ª Sargento da PMMA. Durante a fiscalização foram realizadas consultas nos sistemas, que acusaram ocorrência de roubo/furto para o veículo Toyota Corolla, datada de 10 de maio de 2019, registrado na cidade de Imperatriz – Maranhão.

No interior do veículo os policiais encontraram uma pistola TAURUS, PT 940, CAL. 40, municiada com 13 munições intactas, uma pistola taurus PT 840, cal. 40, municiada com 11 munições intactas, uma arma longa, CBC, modelo 586.2, cal.12, com 06 seis munições intactas, estando carregada e municiada. Em uma bolsa havia 49 munições cal. 556, 05 unidades cal. 762, uma unidade cal. 38, uma unidade cal. 30 e 18 unidades de munição .40 e uma arma branca (facão). A ocorrência foi acompanhada pelo comandante do Batalhão da PMMA onde o autor está lotado.

A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Santa Inês – MA.

O acusado foi enquadrado por receptação de veículo e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Fonte: Polícia Rodoviária Federal

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Prefeito Janes Clei, nega que tenha mandado chicotear morador após críticas


O prefeito de Formosa da Serra Negra, Janes Clei da Silva Reis, esclareceu, em entrevista ao programa Ponto e Vírgula, da Rádio Difusora, a denúncia de que um morador havia levado uma surra de chicote a mando dele após críticas.
Janes Clei lembrou da sua história em Formosa da Serra Negra, e se disse surpreso ao tomar conhecimento da denúncia por meio das redes sociais. “Aqui a população sabe da minha história e da história do cidadão que hoje me acusa”, disse, ao se referir a Cláudio Alcântara, conhecido no município como ‘Garimpeiro’.

Ao saber da denúncia, Janes Clei entrou em contato com a Polícia, que, segundo ele, foi, no mesmo dia, averiguar o bairro em que mora o denunciante e disse que o clima estava tranquilo e ninguém sabia de nada.
O prefeito afirmou ainda que, em áudio do próprio Garimpeiro que circulou nas redes sociais, o denunciante falava em sequestro de duas horas que teria ocorrido com ele, em que foi roubado, mas em momento algum citou Janes Clei.

O gestor municipal acha que Garimpeiro mudou sua versão do ocorrido por motivações políticas, já que ele está andando com “pessoas que estão na oposição tentando conseguir espaço”.

De acordo com o prefeito, o povo de Formosa da Serra Negra nem compartilhou a situação, já que “sabe que essa história não é verídica”.
Janes Clei registrou um boletim de ocorrência para esclarecer a situação de Cláudio Alcântara e diz que vai aguardar o esclarecimento da Polícia do que, de fato, ocorreu.

Do blog Marrapá 

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Prefeito é amarrado em veículo e arrastado por moradores irados com gestão

Fazendeiros irritados no México sequestraram o prefeito de sua cidade e o amarraram em uma caminhonete por estarem insatisfeitos com a atual gestão, que não cumpriu o que prometeu na campanha eleitoral. Manifestantes armados com pedras e tacos arrastaram Jorge Luis Escandón Hernández com o veículo pelas ruas da cidade. O vídeo mostra ainda uma multidão de moradores revoltados correndo atrás do prefeito amarrado. O caso aconteceu na cidade de Las Margaritas, a mais de 1.000 quilômetros de distância da capital Cidade do México. A polícia conseguiu libertar o político, que não sofreu ferimentos graves.

Este foi o segundo ataque feito por fazendeiros que reivindicam a Hernández mudanças em seu governo. Na outra ocasião, invadiram seu gabinete, mas não encontraram o político. Ele tinha prometido reparar uma estrada local, facilitar o acesso a água potável e ainda trazer eletricidade para a comunidade de 500 pessoas — e por enquanto não fez nada.

Oito horas após ser arrastado, o prefeito apareceu na praça central de Las Margaritas para dizer que não se sentirá intimidado com as ameaças. Hernández afirmou ainda que vai prestar queixa para a polícia e apoiar as investigações. Prefeitos e políticos mexicanos são alvos constantes de gangues de drogas locais quando se recusam a cooperar ou aceitar seus subornos, salientou o site Independent.

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Confira o resultado da eleição para o Conselho Tutelar de Dom Pedro - Maranhão

Dez novos conselheiros tutelares, entre titulares e suplentes, foram eleitos para atuar em Dom Pedro. A eleição para o Conselho Tutelar ocorreu no último domingo (6), e contou com 20 candidatos. Os conselheiros eleitos irão tomar posse no dia 10 de janeiro de 2020, para o mandato de quatro anos.

Para a presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Francisca Ruana, os novos conselheiros atuaram até 2024 zelando pela proteção e garantia dos direitos dos menores. “O papel do Conselho Tutelar começa a agir sempre que os direitos de crianças e adolescentes são ameaçados ou violados pela sociedade, Estado, pais, responsável, ou em razão de sua própria conduta; seguindo sempre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)”, explicou a presidente.

Confira o resultado:

TITULARES

01 – Marcos José   -   1462 votos
02 – Laiane Matos   -   1432 votos
03 – Fernando Flores   -   1338 votos
04 – Markinhos Lavor   -   1181 votos
05 – Elenilce ( Elen )   -   985 votos

SUPLENTES

01 –  Jeruza Santana   -   941 votos
02 – Hefaísto Caetano   -   902 votos
03 – Hermesson Fonseca   -   857 votos
04 – Francisca Monteiro   -   677 votos
05 – Thaís Matos   -   629 votos

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Acusado de matar terceirizados da Cemar no Maranhão é condenado a 25 anos de prisão


Decisão da 2ª Vara de Paço do Lumiar determina que Pablo Martins da Silva cumpra a pena inicialmente em regime fechado. Crime foi registrado em janeiro deste ano.



Pablo Martins da Silva, acusado de ter assassinado dois funcionários terceirizados da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), foi condenado a 25 anos e nove meses de prisão. O acusado foi julgado nesta quinta-feira (3) na 2ª Vara de Paço do Lumiar, localizada na Região Metropolitana de São Luís.

A decisão do juiz Carlos Roberto de Oliveira Paula determina que o acusado cumpra a pena inicialmente em regime fechado. Desde sua prisão, Pablo Martins está preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital.

Cinco testemunhas foram ouvidas durante o julgamento, dentre elas, o irmão do acusado que também participou do assassinato. O adolescente teria disparado duas vezes contra uma das vítimas, a pedido do irmão. O menor continua preso em uma Unidade de Ressocialização em São Luís.

Nos depoimentos de Pablo e do adolescente, ambos afirmaram que a arma usada durante o crime pertencia a eles. Essa versão, foi atestada já que anteriormente, ambos afirmaram em depoimento que eles conseguiram na casa do líder de uma facção criminosa que atua na área do Sítio Natureza, região onde o crime ocorreu.

Entenda o caso

Os prestadores de serviço da Cemar João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva foram assassinados após terem realizado a interrupção de energia elétrica em uma residência no bairro Sítio Natureza, em Paço do Lumiar.

Segundo as investigações, os funcionários teriam sido ameaçados por Pablo Martins Silva e seu irmão menor de idade. Os dois foram surpreendidos por vários disparos de arma de fogo quando já estavam no veículo da empresa.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Maranhão (MPMA), Pablo Martins teria conseguido a arma com o chefe da facção da qual era integrante e que atua na região do Sítio Natureza. Após disparar em Francivaldo, o acusado teria entregue a arma para o irmão adolescente que atirou duas vezes em João Victor. Os dois funcionários não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

terça-feira, 1 de outubro de 2019

César Pires afirma que governo Flávio Dino mente sobre a saúde pública no Maranhão


O desmonte da rede estadual de saúde voltou a ser criticado pelo deputado César Pires, em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa. Desta vez, ele destacou o precário funcionamento do serviço de hemodiálise recém-inaugurado em São Luís, o baixo número de cirurgias ortopédicas realizadas no Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), além da suspensão de diversos atendimentos no interior do estado. “O governo mente sobre a saúde pública no Maranhão. Não podemos nos calar diante de tanto descaso com a vida das pessoas”, enfatizou ele.

César Pires afirmou que, das 42 cadeiras de hemodiálise do centro inaugurado mês passado pelo governador Flávio Dino em São Luís, apenas 14 estão funcionando, embora o governador tenha alardeado que iria atender 240 pacientes na capital. “Mas é tudo mentira, fui lá e comprovei. Só estão usando 14 cadeiras, porque falta condições técnicas, insumos, pessoal capacitado para realizar as hemodiálises, um serviço vital para milhares de pessoas, que ficam na fila aguardando atendimento”, lamentou.

O deputado citou também que o governador garantiu desafogar os Socorrões de São Luís com a inauguração do Hospital de Traumatologia e Ortopedia. “É outra mentira, porque realizam cerca de 15 das mais de 700 cirurgias mensais que prometeram realizar por mês no HTO, atendendo pacientes vindos dos Socorrões. Estão sacrificando a urgência e emergência na capital, resumindo o apoio aos municípios à doação de ambulâncias. É um total desrespeito aos maranhenses”, criticou.

César Pires acrescentou que o descaso com a saúde pública é gritante no interior do estado. “Filmei recentemente o hospital estadual em Chapadinha, onde encontrei somente um médico. Desmontaram o anexo de Presidente Dutra. Em Monção, o hospital virou um ambulatório, porque lá acabaram com a UTI Neonatal e com os setores de ginecologia, obstetrícia e cirurgia geral. Em Codó, não pagam os fornecedores da UPA, situação que se repete no Hospital de Timbiras, onde os funcionários fizeram greve. Todo esse desmonte no interior fez aumentar em 45% o número de ambulâncias que somente vêm trazer pacientes para os corredores dos Socorrões. É um absurdo inaceitável”, declarou.

A falta de insumos, atraso no pagamento de fornecedores e médicos, a demissão de pessoas e o fechamento de serviços, segundo César Pires, podem ser constatados em toda a rede estadual de saúde. “Vimos o desmonte da saúde em Matões, Paulino Neves, Lago dos Rodrigues, Magalhães de Almeida, Timbiras, Peritoró, Monção. Os municípios estão sem apoio do governo estadual, e quem necessita de atendimento sofre nas estradas para São Luís e nos corredores superlotados dos Socorrões”, evidenciou o deputado.

César Pires concluiu dizendo que os deputados não podem silenciar diante do desmonte que está ocorrendo na rede estadual de saúde, enquanto o governador alardeia que está ampliando a assistência aos maranhenses. “Quem precisa dos serviços públicos de saúde sabe qual é a real situação, e precisamos ser a voz dessas pessoas, cobrando verdadeiro compromisso do governo estadual”, finalizou.

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Velório de Pedim é invadido por dois homens que efetuaram cinco tiros na cara do difunto


Pedro Brito Sousa, 19 anos, o famoso “Pedim” Tem o velório invadido Na madrugada desta quarta-feira, 25, por volta das 5h30, dois homens numa moto fizeram vários disparos em seu velório, que está acontecendo na casa de seus avós maternos, no bairro Novo Horizonte, periferia de Imperatriz.

Os disparos, segundo relatos de vizinhos, foram na cara do defunto dentro do caixão. A população do Grande Santa Rita, está aterrorizada. “Foram pelo menos cinco tiros dentro da casa onde está ocorrendo o velório. Os bandidos atiram só na cara.

Entenda o caso.

O criminoso Pedro Brito Sousa, 19 anos, o famoso “Pedim”, assassinado a tiros na noite dessa segunda-feira, 23, após troca de tiros com a polícia, era um dos suspeitos de participação na morte do policial militar Wanderson Monteiro, assassinado na tarde de segunda-feira, dentro de uma loja, no Centro de Imperatriz.

De acordo com o delegado responsável pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, DHPP, Praxisteles Martins, a participação do criminoso no sentido de dá cobertura para a dupla entrou na loja, anunciou e assalto que terminou com a morte do MP. “Apesar de ele não ter entrado do estabelecimento, estaria dando cobertura aos infratores. E, a polícia, tanto civil como militar, estava no propósito de captura-lo, e ele acabou morrendo durante o confronto. Não se entregou, tentou reagir a ação policial”.

O confronto entre os policiais e “Pedim” aconteceu na noite dessa segunda-feira, 23, na rua Coriolano Milhomem, bairro Bacuri. Após ser ferido, o criminoso, foi socorrido às pressas por uma patrulha da própria Polícia Militar e levado ao Hospital Municipal, onde morreu horas depois. De alta periculosidade, “Pedim” é suspeito, ainda, de pelos menos três homicídios. Além de vários outros crimes como roubo de moto e assalto a mão armada.

terça-feira, 24 de setembro de 2019

Pânico: Quatro são mortos em noite sangrenta em Imperatriz


Quatro pessoas morreram e outra ficou gravemente ferida em vários ataques durante a noite de segunda-feira (23) e início da madrugada desta terça-feira (24) na cidade de Imperatriz. A onda de violência ocorreu após o assassinado do PM Wanderson Monteiro, de 27 anos, por volta das 14h30, em uma loja de celulares. Ele reagiu a um assalto e foi atingido por disparos no rosto.

A primeira morte aconteceu por volta das 22h20 da noite de terça-feira, tendo como vítima Pedro Brito, de 19 anos. Ele foi baleado em confronto com a polícia na Rua Coriolano Milhomem, no Bairro Bacuri. “Pedim”, como era conhecido no submundo do crime, era suspeito de três homicídios. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no Socorrão.

O segundo homicídio aconteceu na Rua Ceará, entre as Ruas Tupinambá e Tamandaré, por volta das 22h50. Valter Luís Neres da Silva foi alvejado com dois disparos. Segundo a esposa, os disparos foram feitos por dois homens, que em uma moto preta. Valter morreu no local.

As 22h55 ocorreu uma tentativa de homicídio na Rua Principal, no Conjunto Vitoria. Elizeu Alves Costa, alvejado com um disparo de arma de fogo, foi socorrido num veículo particular. Nas proximidades do Parque de Exposição foi colocado na ambulância do Samu, tendo dado entrada em estado gravíssimo, mas não resistiu e morreu durante a madrugada.

Já por volta das 23hrs, houve outra tentativa de homicídio na Rua Miguel Bauri, Bairro Santa Rita. O homem identificad como Manoel foi alvejado com um disparo no braço. Dois homens, em uma moto preta, passaram e efetuaram vários disparos. Manoel não corre risco de morte.

O terceiro homicídio aconteceu às 00h15 desta terça-feira (24) Rua Niterói, no Bairro Caema, na região do Porto da Balsas. Dois homens, que estavam em uma moto preta, efetuaram cerca de seis disparos. Humberto Clarindo dos Santos morreu no local.

Com informações Gilberto Lima

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Procuradoria Geral de Justiça diz que mensagens hackeadas não provam a inocência de Lula


Em parecer enviado ao STF (Supremo Tribunal Federal), o procurador-geral da República interino, Alcides Martins, afirmou que as mensagens hackeadas do celular do coordenador da Lava Jato em Curitiba (PR), Deltan Dallagnol, são prova ilícita, e que, mesmo que pudessem ser utilizadas, não seriam capazes de provar a inocência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“As mensagens trocadas no âmbito do Telegram forma obtidas por meios ilegais e criminosos, tratando-se de prova ilícita, não passível de uso no presente caso”, escreveu Martins, segundo informa o jornal O Estado de S.Paulo.

O parecer foi entregue no âmbito de recurso da defesa do petista contra decisão do ministro Edson Fachin que rejeitou habeas corpus para libertá-lo e anular suas ações penais.

De acordo com a defesa, que queria o compartilhamento de provas dos celulares dos alvos da Operação Spoofing – que mira as invasões do Telegram de autoridades –, publicações feitas pelo site The Intercept teriam mostrado que Lula foi alvo de uma conspiração.

“No mesmo sentido, ainda que se admitisse a utilização, nestes autos, da ‘prova ilícita’ de que ora se trata, isso não beneficiaria Luiz Inácio Lula da Silva nos moldes pretendidos pelos impetrantes, e, tampouco, teria o efeito de lhe devolver a liberdade”, afirmou Martins.

Por Yuri Almeida

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Caxias registra o primeiro caso de sarampo


O município de Caxias registrou o seu primeiro caso de sarampo com o diagnóstico de um bebê de apenas sete meses de vida.

Segundo a coordenadora municipal de Vigilância Epidemiológica, Verônica Aragão, após a confirmação do caso foi realizado um bloqueio na área onde o bebê reside. "No momento que a gente suspeitou não esperamos nem o resultado do exame. Nós mandamos o material para São Luís no mesmo dia e a gente já orientou a enfermeira a fazer o bloqueio na área. O que é o bloqueio? É pegar toda a quadra que a criança mora e visitar casa a casa e ver a situação vacinal de cada morador", explicou.

A criança que contraiu a doença é uma menina de apenas sete meses de vida. De acordo com a coordenadora de vigilância epidemiológica, a bebê segue em tratamento e passa bem. A menina ainda não tinha recebido a tríplice viral, que é única maneira de evitar o sarampo. A vacina combate ainda a caxumba e também a rubéola.

Com a confirmação da doença na criança de sete meses de vida, em Caxias, sobe para quatro o número de casos de sarampo em todo o Maranhão. O estado está entre os 16 do Brasil com surto ativo da doença.

Além de Caxias, já foram confirmados outros casos em São Luís, Lago da Pedra e Vitorino Freire. Nos postos de Saúde de Caxias, as doses que ainda restam, estão à espera do grupo prioritário. O município aguarda que mais vacinas sejam encaminhadas pelo governo do estado.

Verônica Aragão diz que se o estado do Maranhão tivesse uma cobertura vacinal eficiente os casos de sarampo não estariam crescendo. "Esse surto de sarampo começou no Sul do país e chegou no Maranhão porque as pessoas se deslocam, né? Se a gente tivesse com a barreira da proteção da vacina não chegaria, mas como temos pessoas não imunizadas termina as pessoas ficando suscetivas e contraindo", finalizou.

Fonte: G1/Maranhão