domingo, 20 de outubro de 2019

Polícia Rodoviária Federal apreende veículo roubado e arma de uso restrito em rodovia do Maranhão


Nas primeiras horas da manhã de domingo, dia 20 de outubro, no km 260 da BR-316, município de Santa Inês, estado do Maranhão, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordaram um veículo passeio estacionado no acostamento da rodovia e constataram se tratar de um automóvel com ocorrência de roubo ou furto, que transportava no interior do mesmo algumas pistolas Ponto 40 (.40) e uma arma longa de uso restrito. O condutor do veículo é um 2⁰ Sargento da Policia Militar do Maranhão, lotado na divisa com o Pará.

Por volta das 6h50, umaequipe PRF da Unidade Operacional de Santa Inês realizava patrulhamento de rotina, quando voltou a atenção para um veículo TOYOTA/Corolla, estacionado na margem da BR 316, na altura do KM 260, perímetro urbano da cidade de Santa Inês – MA. Durante a abordagem o condutor do veículo, identificado na ocasião como 2ª Sargento da PMMA. Durante a fiscalização foram realizadas consultas nos sistemas, que acusaram ocorrência de roubo/furto para o veículo Toyota Corolla, datada de 10 de maio de 2019, registrado na cidade de Imperatriz – Maranhão.

No interior do veículo os policiais encontraram uma pistola TAURUS, PT 940, CAL. 40, municiada com 13 munições intactas, uma pistola taurus PT 840, cal. 40, municiada com 11 munições intactas, uma arma longa, CBC, modelo 586.2, cal.12, com 06 seis munições intactas, estando carregada e municiada. Em uma bolsa havia 49 munições cal. 556, 05 unidades cal. 762, uma unidade cal. 38, uma unidade cal. 30 e 18 unidades de munição .40 e uma arma branca (facão). A ocorrência foi acompanhada pelo comandante do Batalhão da PMMA onde o autor está lotado.

A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Santa Inês – MA.

O acusado foi enquadrado por receptação de veículo e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Fonte: Polícia Rodoviária Federal

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Prefeito Janes Clei, nega que tenha mandado chicotear morador após críticas


O prefeito de Formosa da Serra Negra, Janes Clei da Silva Reis, esclareceu, em entrevista ao programa Ponto e Vírgula, da Rádio Difusora, a denúncia de que um morador havia levado uma surra de chicote a mando dele após críticas.
Janes Clei lembrou da sua história em Formosa da Serra Negra, e se disse surpreso ao tomar conhecimento da denúncia por meio das redes sociais. “Aqui a população sabe da minha história e da história do cidadão que hoje me acusa”, disse, ao se referir a Cláudio Alcântara, conhecido no município como ‘Garimpeiro’.

Ao saber da denúncia, Janes Clei entrou em contato com a Polícia, que, segundo ele, foi, no mesmo dia, averiguar o bairro em que mora o denunciante e disse que o clima estava tranquilo e ninguém sabia de nada.
O prefeito afirmou ainda que, em áudio do próprio Garimpeiro que circulou nas redes sociais, o denunciante falava em sequestro de duas horas que teria ocorrido com ele, em que foi roubado, mas em momento algum citou Janes Clei.

O gestor municipal acha que Garimpeiro mudou sua versão do ocorrido por motivações políticas, já que ele está andando com “pessoas que estão na oposição tentando conseguir espaço”.

De acordo com o prefeito, o povo de Formosa da Serra Negra nem compartilhou a situação, já que “sabe que essa história não é verídica”.
Janes Clei registrou um boletim de ocorrência para esclarecer a situação de Cláudio Alcântara e diz que vai aguardar o esclarecimento da Polícia do que, de fato, ocorreu.

Do blog Marrapá 

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Prefeito é amarrado em veículo e arrastado por moradores irados com gestão

Fazendeiros irritados no México sequestraram o prefeito de sua cidade e o amarraram em uma caminhonete por estarem insatisfeitos com a atual gestão, que não cumpriu o que prometeu na campanha eleitoral. Manifestantes armados com pedras e tacos arrastaram Jorge Luis Escandón Hernández com o veículo pelas ruas da cidade. O vídeo mostra ainda uma multidão de moradores revoltados correndo atrás do prefeito amarrado. O caso aconteceu na cidade de Las Margaritas, a mais de 1.000 quilômetros de distância da capital Cidade do México. A polícia conseguiu libertar o político, que não sofreu ferimentos graves.

Este foi o segundo ataque feito por fazendeiros que reivindicam a Hernández mudanças em seu governo. Na outra ocasião, invadiram seu gabinete, mas não encontraram o político. Ele tinha prometido reparar uma estrada local, facilitar o acesso a água potável e ainda trazer eletricidade para a comunidade de 500 pessoas — e por enquanto não fez nada.

Oito horas após ser arrastado, o prefeito apareceu na praça central de Las Margaritas para dizer que não se sentirá intimidado com as ameaças. Hernández afirmou ainda que vai prestar queixa para a polícia e apoiar as investigações. Prefeitos e políticos mexicanos são alvos constantes de gangues de drogas locais quando se recusam a cooperar ou aceitar seus subornos, salientou o site Independent.

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Confira o resultado da eleição para o Conselho Tutelar de Dom Pedro - Maranhão

Dez novos conselheiros tutelares, entre titulares e suplentes, foram eleitos para atuar em Dom Pedro. A eleição para o Conselho Tutelar ocorreu no último domingo (6), e contou com 20 candidatos. Os conselheiros eleitos irão tomar posse no dia 10 de janeiro de 2020, para o mandato de quatro anos.

Para a presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Francisca Ruana, os novos conselheiros atuaram até 2024 zelando pela proteção e garantia dos direitos dos menores. “O papel do Conselho Tutelar começa a agir sempre que os direitos de crianças e adolescentes são ameaçados ou violados pela sociedade, Estado, pais, responsável, ou em razão de sua própria conduta; seguindo sempre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)”, explicou a presidente.

Confira o resultado:

TITULARES

01 – Marcos José   -   1462 votos
02 – Laiane Matos   -   1432 votos
03 – Fernando Flores   -   1338 votos
04 – Markinhos Lavor   -   1181 votos
05 – Elenilce ( Elen )   -   985 votos

SUPLENTES

01 –  Jeruza Santana   -   941 votos
02 – Hefaísto Caetano   -   902 votos
03 – Hermesson Fonseca   -   857 votos
04 – Francisca Monteiro   -   677 votos
05 – Thaís Matos   -   629 votos

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Acusado de matar terceirizados da Cemar no Maranhão é condenado a 25 anos de prisão


Decisão da 2ª Vara de Paço do Lumiar determina que Pablo Martins da Silva cumpra a pena inicialmente em regime fechado. Crime foi registrado em janeiro deste ano.



Pablo Martins da Silva, acusado de ter assassinado dois funcionários terceirizados da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), foi condenado a 25 anos e nove meses de prisão. O acusado foi julgado nesta quinta-feira (3) na 2ª Vara de Paço do Lumiar, localizada na Região Metropolitana de São Luís.

A decisão do juiz Carlos Roberto de Oliveira Paula determina que o acusado cumpra a pena inicialmente em regime fechado. Desde sua prisão, Pablo Martins está preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital.

Cinco testemunhas foram ouvidas durante o julgamento, dentre elas, o irmão do acusado que também participou do assassinato. O adolescente teria disparado duas vezes contra uma das vítimas, a pedido do irmão. O menor continua preso em uma Unidade de Ressocialização em São Luís.

Nos depoimentos de Pablo e do adolescente, ambos afirmaram que a arma usada durante o crime pertencia a eles. Essa versão, foi atestada já que anteriormente, ambos afirmaram em depoimento que eles conseguiram na casa do líder de uma facção criminosa que atua na área do Sítio Natureza, região onde o crime ocorreu.

Entenda o caso

Os prestadores de serviço da Cemar João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva foram assassinados após terem realizado a interrupção de energia elétrica em uma residência no bairro Sítio Natureza, em Paço do Lumiar.

Segundo as investigações, os funcionários teriam sido ameaçados por Pablo Martins Silva e seu irmão menor de idade. Os dois foram surpreendidos por vários disparos de arma de fogo quando já estavam no veículo da empresa.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Maranhão (MPMA), Pablo Martins teria conseguido a arma com o chefe da facção da qual era integrante e que atua na região do Sítio Natureza. Após disparar em Francivaldo, o acusado teria entregue a arma para o irmão adolescente que atirou duas vezes em João Victor. Os dois funcionários não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

terça-feira, 1 de outubro de 2019

César Pires afirma que governo Flávio Dino mente sobre a saúde pública no Maranhão


O desmonte da rede estadual de saúde voltou a ser criticado pelo deputado César Pires, em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa. Desta vez, ele destacou o precário funcionamento do serviço de hemodiálise recém-inaugurado em São Luís, o baixo número de cirurgias ortopédicas realizadas no Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), além da suspensão de diversos atendimentos no interior do estado. “O governo mente sobre a saúde pública no Maranhão. Não podemos nos calar diante de tanto descaso com a vida das pessoas”, enfatizou ele.

César Pires afirmou que, das 42 cadeiras de hemodiálise do centro inaugurado mês passado pelo governador Flávio Dino em São Luís, apenas 14 estão funcionando, embora o governador tenha alardeado que iria atender 240 pacientes na capital. “Mas é tudo mentira, fui lá e comprovei. Só estão usando 14 cadeiras, porque falta condições técnicas, insumos, pessoal capacitado para realizar as hemodiálises, um serviço vital para milhares de pessoas, que ficam na fila aguardando atendimento”, lamentou.

O deputado citou também que o governador garantiu desafogar os Socorrões de São Luís com a inauguração do Hospital de Traumatologia e Ortopedia. “É outra mentira, porque realizam cerca de 15 das mais de 700 cirurgias mensais que prometeram realizar por mês no HTO, atendendo pacientes vindos dos Socorrões. Estão sacrificando a urgência e emergência na capital, resumindo o apoio aos municípios à doação de ambulâncias. É um total desrespeito aos maranhenses”, criticou.

César Pires acrescentou que o descaso com a saúde pública é gritante no interior do estado. “Filmei recentemente o hospital estadual em Chapadinha, onde encontrei somente um médico. Desmontaram o anexo de Presidente Dutra. Em Monção, o hospital virou um ambulatório, porque lá acabaram com a UTI Neonatal e com os setores de ginecologia, obstetrícia e cirurgia geral. Em Codó, não pagam os fornecedores da UPA, situação que se repete no Hospital de Timbiras, onde os funcionários fizeram greve. Todo esse desmonte no interior fez aumentar em 45% o número de ambulâncias que somente vêm trazer pacientes para os corredores dos Socorrões. É um absurdo inaceitável”, declarou.

A falta de insumos, atraso no pagamento de fornecedores e médicos, a demissão de pessoas e o fechamento de serviços, segundo César Pires, podem ser constatados em toda a rede estadual de saúde. “Vimos o desmonte da saúde em Matões, Paulino Neves, Lago dos Rodrigues, Magalhães de Almeida, Timbiras, Peritoró, Monção. Os municípios estão sem apoio do governo estadual, e quem necessita de atendimento sofre nas estradas para São Luís e nos corredores superlotados dos Socorrões”, evidenciou o deputado.

César Pires concluiu dizendo que os deputados não podem silenciar diante do desmonte que está ocorrendo na rede estadual de saúde, enquanto o governador alardeia que está ampliando a assistência aos maranhenses. “Quem precisa dos serviços públicos de saúde sabe qual é a real situação, e precisamos ser a voz dessas pessoas, cobrando verdadeiro compromisso do governo estadual”, finalizou.

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Velório de Pedim é invadido por dois homens que efetuaram cinco tiros na cara do difunto


Pedro Brito Sousa, 19 anos, o famoso “Pedim” Tem o velório invadido Na madrugada desta quarta-feira, 25, por volta das 5h30, dois homens numa moto fizeram vários disparos em seu velório, que está acontecendo na casa de seus avós maternos, no bairro Novo Horizonte, periferia de Imperatriz.

Os disparos, segundo relatos de vizinhos, foram na cara do defunto dentro do caixão. A população do Grande Santa Rita, está aterrorizada. “Foram pelo menos cinco tiros dentro da casa onde está ocorrendo o velório. Os bandidos atiram só na cara.

Entenda o caso.

O criminoso Pedro Brito Sousa, 19 anos, o famoso “Pedim”, assassinado a tiros na noite dessa segunda-feira, 23, após troca de tiros com a polícia, era um dos suspeitos de participação na morte do policial militar Wanderson Monteiro, assassinado na tarde de segunda-feira, dentro de uma loja, no Centro de Imperatriz.

De acordo com o delegado responsável pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, DHPP, Praxisteles Martins, a participação do criminoso no sentido de dá cobertura para a dupla entrou na loja, anunciou e assalto que terminou com a morte do MP. “Apesar de ele não ter entrado do estabelecimento, estaria dando cobertura aos infratores. E, a polícia, tanto civil como militar, estava no propósito de captura-lo, e ele acabou morrendo durante o confronto. Não se entregou, tentou reagir a ação policial”.

O confronto entre os policiais e “Pedim” aconteceu na noite dessa segunda-feira, 23, na rua Coriolano Milhomem, bairro Bacuri. Após ser ferido, o criminoso, foi socorrido às pressas por uma patrulha da própria Polícia Militar e levado ao Hospital Municipal, onde morreu horas depois. De alta periculosidade, “Pedim” é suspeito, ainda, de pelos menos três homicídios. Além de vários outros crimes como roubo de moto e assalto a mão armada.

terça-feira, 24 de setembro de 2019

Pânico: Quatro são mortos em noite sangrenta em Imperatriz


Quatro pessoas morreram e outra ficou gravemente ferida em vários ataques durante a noite de segunda-feira (23) e início da madrugada desta terça-feira (24) na cidade de Imperatriz. A onda de violência ocorreu após o assassinado do PM Wanderson Monteiro, de 27 anos, por volta das 14h30, em uma loja de celulares. Ele reagiu a um assalto e foi atingido por disparos no rosto.

A primeira morte aconteceu por volta das 22h20 da noite de terça-feira, tendo como vítima Pedro Brito, de 19 anos. Ele foi baleado em confronto com a polícia na Rua Coriolano Milhomem, no Bairro Bacuri. “Pedim”, como era conhecido no submundo do crime, era suspeito de três homicídios. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no Socorrão.

O segundo homicídio aconteceu na Rua Ceará, entre as Ruas Tupinambá e Tamandaré, por volta das 22h50. Valter Luís Neres da Silva foi alvejado com dois disparos. Segundo a esposa, os disparos foram feitos por dois homens, que em uma moto preta. Valter morreu no local.

As 22h55 ocorreu uma tentativa de homicídio na Rua Principal, no Conjunto Vitoria. Elizeu Alves Costa, alvejado com um disparo de arma de fogo, foi socorrido num veículo particular. Nas proximidades do Parque de Exposição foi colocado na ambulância do Samu, tendo dado entrada em estado gravíssimo, mas não resistiu e morreu durante a madrugada.

Já por volta das 23hrs, houve outra tentativa de homicídio na Rua Miguel Bauri, Bairro Santa Rita. O homem identificad como Manoel foi alvejado com um disparo no braço. Dois homens, em uma moto preta, passaram e efetuaram vários disparos. Manoel não corre risco de morte.

O terceiro homicídio aconteceu às 00h15 desta terça-feira (24) Rua Niterói, no Bairro Caema, na região do Porto da Balsas. Dois homens, que estavam em uma moto preta, efetuaram cerca de seis disparos. Humberto Clarindo dos Santos morreu no local.

Com informações Gilberto Lima

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Procuradoria Geral de Justiça diz que mensagens hackeadas não provam a inocência de Lula


Em parecer enviado ao STF (Supremo Tribunal Federal), o procurador-geral da República interino, Alcides Martins, afirmou que as mensagens hackeadas do celular do coordenador da Lava Jato em Curitiba (PR), Deltan Dallagnol, são prova ilícita, e que, mesmo que pudessem ser utilizadas, não seriam capazes de provar a inocência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“As mensagens trocadas no âmbito do Telegram forma obtidas por meios ilegais e criminosos, tratando-se de prova ilícita, não passível de uso no presente caso”, escreveu Martins, segundo informa o jornal O Estado de S.Paulo.

O parecer foi entregue no âmbito de recurso da defesa do petista contra decisão do ministro Edson Fachin que rejeitou habeas corpus para libertá-lo e anular suas ações penais.

De acordo com a defesa, que queria o compartilhamento de provas dos celulares dos alvos da Operação Spoofing – que mira as invasões do Telegram de autoridades –, publicações feitas pelo site The Intercept teriam mostrado que Lula foi alvo de uma conspiração.

“No mesmo sentido, ainda que se admitisse a utilização, nestes autos, da ‘prova ilícita’ de que ora se trata, isso não beneficiaria Luiz Inácio Lula da Silva nos moldes pretendidos pelos impetrantes, e, tampouco, teria o efeito de lhe devolver a liberdade”, afirmou Martins.

Por Yuri Almeida

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Caxias registra o primeiro caso de sarampo


O município de Caxias registrou o seu primeiro caso de sarampo com o diagnóstico de um bebê de apenas sete meses de vida.

Segundo a coordenadora municipal de Vigilância Epidemiológica, Verônica Aragão, após a confirmação do caso foi realizado um bloqueio na área onde o bebê reside. "No momento que a gente suspeitou não esperamos nem o resultado do exame. Nós mandamos o material para São Luís no mesmo dia e a gente já orientou a enfermeira a fazer o bloqueio na área. O que é o bloqueio? É pegar toda a quadra que a criança mora e visitar casa a casa e ver a situação vacinal de cada morador", explicou.

A criança que contraiu a doença é uma menina de apenas sete meses de vida. De acordo com a coordenadora de vigilância epidemiológica, a bebê segue em tratamento e passa bem. A menina ainda não tinha recebido a tríplice viral, que é única maneira de evitar o sarampo. A vacina combate ainda a caxumba e também a rubéola.

Com a confirmação da doença na criança de sete meses de vida, em Caxias, sobe para quatro o número de casos de sarampo em todo o Maranhão. O estado está entre os 16 do Brasil com surto ativo da doença.

Além de Caxias, já foram confirmados outros casos em São Luís, Lago da Pedra e Vitorino Freire. Nos postos de Saúde de Caxias, as doses que ainda restam, estão à espera do grupo prioritário. O município aguarda que mais vacinas sejam encaminhadas pelo governo do estado.

Verônica Aragão diz que se o estado do Maranhão tivesse uma cobertura vacinal eficiente os casos de sarampo não estariam crescendo. "Esse surto de sarampo começou no Sul do país e chegou no Maranhão porque as pessoas se deslocam, né? Se a gente tivesse com a barreira da proteção da vacina não chegaria, mas como temos pessoas não imunizadas termina as pessoas ficando suscetivas e contraindo", finalizou.

Fonte: G1/Maranhão

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Gestão Juran Carvalho repassou mais de R$ 7 milhões para Coopmar


A gestão do prefeito Juran Carvalho (PP) em Presidente Dutra, município localizado a 347 quilômetros da capital, repassou exatos R$ 7.072.025,89 para a Coopmar (Cooperativa Maranhense de Trabalho e Prestação de Serviços), alvo da Polícia Federal, Seccor (Superintendência Estadual de Prevenção e Combate a Corrupção) e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas), em duas fases da Operação Cooperari, por desvio de recursos da Prefeitura de Paço do Lumiar, na Região Metropolitana de São Luís.
O valor foi levantado pelo ATUAL7 com base nas prestações de contas da administração municipal do pepista, entre os exercícios financeiros de 2013 a 2016. A prefeitura foi procurada, por e-mail, para se manifestar sobre a contratação da cooperativa, mas não houve retorno.

Segundo o levantamento, logo no primeiro ano de contrato com a gestão Juran Carvalho, foram pagos R$ 252.788,99 à Coopmar. No ano posterior, em 2014, os repasses subiram para R$ 2.221.471,85.

Em 2015 ocorreu o pagamento de valor mais alto, exatos R$ 2.724.452,31.
Possivelmente em razão da Coopmar haver entrado na mira da força-tarefa da Cooperari pela primeira vez, no exercício de 2016, último ano dos repasses, o valor caiu para R$ 1.873.312,74.

Esta é a quarta matéria de uma série que o ATUAL7 vem publicando para tornar público quanto a Coopmar faturou em quase duas dezenas de municípios maranhenses, e quem comandava a gestão municipal à época da assinatura dos contratos.

A primeira, publicada no início do mês passado, mostrou que a cooperativa recebeu R$ 3.318.440,36 da gestão de Miltinho Aragão (PSB) em São Mateus, entre 2014 e 2016.

Também já foi revelado que em Rosário, mesmo período, os ganhos obtidos pela Coopmar na gestão de Irlahi Linhares Moraes (MDB) chegaram a R$ 10.850.442,77.

Maior repasse do levantamentos já realizados, em Santa Helena, durante a passagem do Dr. Lobato (Cidadania) pela prefeitura, entre os exercícios financeiros de 2015 e 2016, exatos R$ 13.743.621,92 foram desembolsados dos cofres públicos do município para a cooperativa.

Segundo apurou o ATUAL7, todos os contratos celebrados entre as prefeituras maranhenses e a Coopmar permanecem sob investigação da força-tarefa da Cooperari, além de promotorias de comarcas locais.

Recentemente, mostrou o ATUAL7, o juiz Ronaldo Maciel, titular da 1ª Vara Criminal de São Luís, privativa para processamento e julgamento de crimes cometidos por organizações criminosas, autorizou o compartilhamento de provas obtidas no bojo da ação penal que tem como réus os cooperados-cabeças da Coopmar envolvidos no assalto aos cofres públicos de Paço do Lumiar.

O objetivo, segundo a decisão do magistrado, é que o material sirva para a eventual responsabilização em improbidade administrativa e criminal de outros envolvidos no esquema apontado pelas investigações.

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Astro de Ogum não foi alvo de operação da SEIC; sabia a verdade dos fatos

O vereador de São Luís Astro de Ogum (PR), vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís-MA, não foi alvo da SEIC (Superintendência Estadual de Investigações Criminais) como foi noticiado na manhã de hoje, dia 12, por blogs, portais e emissoras de rádio.


Os alvos da operação, por meio do Departamento de Crimes Tecnológico, sob o comando do delegado Odilardo Muniz, foram dois assessores do parlamentar. Trata-se de Raíssa Martins Mendonça e Raimundo Costa e Givanilson Santos Avelar.


De acordo com informações da polícia, eles foram presos por crime de extorsão e posse sexual mediante fraude. Ainda de acordo com a polícia, um dos assessores presos, Raimundo Costa, conhecido também como “Filho”, trocava mensagens com pessoas na internet e conseguia material suficiente das vítimas para começar a extorqui-las.

Durante as investigações foi descoberto que Raimundo Costa conhecia as vítimas e depois ameaçava divulgar material delas na internet, assim as forçava a praticar sexo com ele e com Raíssa Martins. Com isso, a polícia conseguiu elementos suficientes para pedir as prisões dos dois e também o mandado de busca e apreensão na residência do vereador.

A denúncia que motivou a operação foi feita por um adolescente, que procurou a polícia.

SEGUE ABAIXO A NOTA DA ASSESSORIA DO VEREADOR:

Acerca de matérias jornalísticas publicadas na imprensa maranhense, tratando da prisão do vereador Astro de Ogum por posse de arma, em respeito à sociedade ludovicense, a defesa do parlamentar, faz este comunicado com base nos esclarecimentos abaixo narrados, para que se restabeleça a verdade dos fatos, equivocadamente divulgados em blogs, portais e emissoras de rádio.

1 – Sob comando da Superintendência Estadual de Investigações Criminais, por meio do Departamento de Crimes Tecnológico, sob o comando do delegado Odilardo Muniz, a Polícia Civil deflagrou uma operação na residência do vereador Astro de Ogum, mas os alvos foram dois de seus assessores: um homem e uma mulher.

2 – No local, a Polícia apreendeu aparelhos celulares e notebooks dos investigados. No entanto, no imóvel foi encontrada uma arma de propriedade de um dos funcionários que faz a segurança do imóvel. Por conta disso, o politico foi conduzido à Seic para explicar a arma encontrada em sua residência, fato que já foi devidamente esclarecido.

3 – Por fim, para comprovar a veracidade dos fatos, anexamos cópias dos mandatos de busca e apreensão para comprovar que Astro não tem envolvimento com o episódio cujo alvo foi seus funcionários.
São Luís (MA), 12 de setembro de 2019.

Itamargarethe Correia Lima
Advogada e jornalista

SÃO LUÍS: Homem é preso no retorno do Olho D’Água vendendo drogas em ‘cavalinhos do Fantástico’

A Polícia Civil do Maranhão prendeu em flagrante Adilson de Jesus Gois, por suspeita de vender crack e cocaína em uma rotatória da Avenida dos Holandeses no bairro Olho D’Água em São Luís. De acordo com a polícia, ele escondia a droga que era comercializada dentro de mascotes de times de futebol.

De acordo com a Superintendência de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), Adilson de Jesus foi preso após uma denúncia. O suspeito que também vendia bandeiras de times de futebol regionais, nacionais e internacionais.

Junto com Adilson de Jesus, foram apreendidos inúmeros bichos de pelúcia com drogas e uma quantia de dinheiro que não foi revelada pela polícia. Em seguida, ele foi levado para o Centro de Triagem do Complexo de Pedrinhas em São Luís.

Com informações Domingos Costa

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

DOM PEDRO: Maura Jorge recebe o Prefeito Alexandre Costa e Dr Ribamar Filho.

Em uma conversa franca entre o Prefeito Alexandre Costa, Dr Ribamar Filho e a superintendente da Funasa no Estado do Maranhão, Maura Jorge, foram apresentadas a necessidades de um maior investimento na área da saúde na cidade de Dom Pedro, cada ponto apresentado foi amplamente exposto e de bom grado recebido por Maura Jorge.

De acordo com as informações repassadas à nossa redação, a reunião foi de grande êxito e resultará em um melhoramento em todas as áreas que a saúde atua no município.


Com informações Fernando Almeida

Obcecado por Bolsonaro, Flávio Dino abandona o Maranhão e vê racha na base por 2020


O recente episódio envolvendo o senador Weverton Rocha (PDT) e o deputado estadual Yglésio Moyses (PDT) – em virtude das pretensões eleitorais deste último em São Luís (saiba mais) -, os embates entre Duarte Júnior (PCdoB) e Neto Evangelista (DEM) e, ainda, a profusão da pré-candidaturas a prefeito da capital ligadas ao Palácio dos Leões são um sinal claro de como anda a base governistas no Maranhão.

Sem a presença do seu líder, o governador Flávio Dino (PCdB), os liderados vão trilhando seu próprio caminho, atropelando-se a si mesmos e derrubando pontes que antes pareciam tão sólidas.

O fato é que o governador abandonou o Maranhão desde que conseguiu reeleger-se no ano passado.

Vislumbrando uma candidatura a presidente da República em 2022, ele tem se dedicado mais a articular-se nacionalmente do que organizar seus aliados para tentar uma vitória em São Luís.

Obcecado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), na verdade, Dino preocupa-se mais em articular candidaturas da esquerda em cidades como São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

E essa postura até tem razão de ser: para o projeto presidencial do governador do Maranhão, São Luís representa pouca coisa no universo eleitoral do Brasil.
Além disso, mesmo que perca uma eleição na capital maranhense em 2020, em caso de candidatura presidencial o comunista deve ter grande votação na cidade.

O mesmo não se pode dizer de capitais importantes do sul e sudeste, onde a esquerda definitivamente já não tem a mesma força de outrora.

Portanto, é de se esperar que, cada vez mais, Flávio Dino esteja envolvido em debates nacionais e em capitais fora da Região Nordeste.

Enquanto isso, órfãos do seu líder, os comunistas (e afins) ludovicenses vão se acotovelando por espaços até, pelo menos, meados do ano que vem.

Por Gilberto Léda


Justiça dá 90 dias para Governo do Maranhão reestruturar delegacia no interior do estado


A Justiça deu prazo de 90 dias para a Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA) reformar e designar um delegado e dois investigadores para Delegacia de Polícia Civil de Montes Altos, a 481 km de São Luís.

A decisão é do juiz Eilson Santos da Silva, titular da comarca de Montes Altos, que atendeu parcialmente a um pedido do Ministério Público do Maranhão. Na ação, o MP afirma que a estrutura precária da delegacia e a falta de pessoal tem prejudicado o andamento das investigações.

De acordo com o Ministério Público, os municípios que integram a comarca - Montes Altos, Ribamar Fiquene e Sítio Novo - somam 34.298 moradores, com 288 inquéritos policiais na delegacias para apuração, aguardando diligências. Só na Delegacia de Montes Altos, segundo a sentença, há inquéritos com mais de três anos sem conclusão definitiva.

Em razão da demora nas investigações, vários inquéritos chegaram a ser remetidos ao Ministério Público para dar um parecer sobre o fim do prazo legal para punição dos crimes.

“Tal cenário, não é decorrente de desídia dos servidores, mas sim em razão da falta de pessoal, de estrutura mínima e de um delegado titular, pois tal atribuição é desenvolvida por um delegado regional, que apesar da diligência em atender os feitos desta comarca, é humanamente impossível realizá-los a contento”, ressaltou o juiz na decisão.

O magistrado acrescentou ainda que o índice de casos envolvendo violência doméstica nos municípios que integram a comarca é “bastante significativo”, o que demanda a necessidade da presença de uma autoridade policial para atender rapidamente as vítimas e até mesmo conceder medidas de urgências.

Fonte: G1/Maranhão

terça-feira, 10 de setembro de 2019

DOM PEDRO: Jovem Lucyan pode impedir retorno de Hernando Macedo em 2020

A treze meses da eleição municipal, o jovem Lucyan Rezende (PP) surge como principal adversário do ex-prefeito Hernando Macedo (PCdoB) na disputa pelo Executivo de Dom Pedro em 2020. Se o pleito ocorresse hoje, Lucyan Rezende, seria o candidato com mais chances de impedir o retorno de Hernando Macedo ao executivo de Dom Pedro em 2020. Hernando buscará o segundo mandato nas próximas eleições.

Se o jovem Lucyan contar com o apoio do ex prefeito Ribamar Filho, as chances de Hernando voltar ao executivo de Dom Pedro ficará para 2024.

Aguarde entrevista com o pré-candidato Lucyan Rezende aqui no Blog.


Ana do Gás e suas broncas sobre licitações em Santo Antonio dos Lopes


A deputada estadual licenciada e secretária estadual da Mulher, Ana Nazaré Mendonça, a Ana do Gás (PCdoB), foi ouvida, ontem segunda-feira 9, no bojo do procedimento investigatório criminal aberto contra ela, há pouco mais de três meses, pela PGJ (Procuradoria-Geral de Justiça).

A parlamentar  é suspeita de haver intermediado a realização de obras públicas sem o regular procedimento licitatório em Santo Antônio dos Lopes, município onde o marido, Eunélio Mendonça, foi prefeito.

O depoimento sobre o suposto ilícito estava marcado para acontecer, inicialmente, no último dia 3, mas acabou sendo redesignado para ontem, a audiência aconteceu as 15 horas, na sede do órgão máximo do Ministério Público, a pedido de Ana do Gás.

Por se tratar de investigação criminal, o caso está sendo apurado no âmbito da Assessoria Especial da PGJ, privativa para apurar atos ilícitos praticados por agentes políticos detentores de foro por prerrogativa de função, aos cuidados da promotora Geraulides Mendonça Castro.

Fonte: Atual7.com

Lava Jato prende filho de Edison Lobão por lavagem de dinheiro


Márcio Lobão, filho do ex-senador e ex-ministro Edison Lobão, foi preso na manhã desta terça-feira (10) na 65ª fase da Lava Jato, de acordo com o Ministério Público Federal (MPF). A prisão é preventiva, ou seja, por tempo indeterminado e foi efetuada no Rio de Janeiro (RJ).

A nova etapa da operação investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro proveniente de pagamento de vantagens indevidas relacionadas à Transpetro, que é subsidiária da Petrobras, e à Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.
Segundo o MPF, Márcio Lobão e Edison Lobão solicitaram e receberam propinas dos Grupos Estre e Odebrecht em R$ 50 milhões entre 2008 e 2014.
O mandado de prisão foi expedido contra Márcio Lobão porque, conforme o MPF, há indícios de que ele permanecia praticando o crime de lavagem de dinheiro em 2019.

Esta fase tem como objetivo, conforme o MPF, aprofundar as investigações sobre as operações de lavagem de dinheiro realizadas pelo filho do ex-ministro.
O MPF informou que há registros de lavagem de dinheiro em compras e vendas de obras de arte, vendas de imóveis, simulações de empréstimos familiares e movimentação em contas offshore.

Edison Lobão e o filho Márcio Lobão já são réus na Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A denúncia aceita pela Justiça trata de crimes cometidos, segundo o MPF, entre 2011 e 2014, no valor de R$ 2,8 milhões, por intermédio da Odebrecht.

Por Neto Ferreira

Prefeito Bigu será homenageado por eficiência e credibilidade na gestão em Santo Antônio dos Lopes

Ele está entre os 20 melhores prefeitos do Maranhão, de acordo com a Folha do Estado
O Prefeito de Santo Antônio dos Lopes, Bigú de Oliveira, será homenageado em solenidade de outorga do prêmio “Personalidade Maranhense em Destaque no Ano de 2018”. O evento será realizado ainda este mês na capital São Luís em data a ser confirmada pelos organizadores, e tem como objetivo homenagear políticos em mandatos em todo o Maranhão, e que foram destaque em desempenho de suas funções no ano de 2018. 

Segundo a Folha do Estado, responsável pela organização do evento, os homenageados estão entre os 20 melhores prefeitos responsáveis por transformações relevantes em seus municípios, em exemplos de gestão e desenvolvimento, não só para o estado, mas sim para o Brasil, destacando que políticos assim devem ser lembrados o tempo todo.

De acordo com a avaliação dos organizadores, o Prefeito Bigú de Oliveira recebeu pontuação de excelência, o que levou a indicação para o prêmio: ”Personalidade Maranhense em Destaque do Ano de 2018”, pelo seu desempenho político no segmento municipalista e pelos relevantes serviços desenvolvidos no município de Santo Antônio dos Lopes, com ações transformadoras em beneficio do seu povo.

Sobre o reconhecimento, o Prefeito Bigú de Oliveira destacou que recebeu com alegria o comunicado da homenagem atribuída ao seu trabalho prestado à população. “Esse mérito não é só meu e sim de todos que fazem a gestão cidade de todos, principalmente do povo que nos elegeu acreditando no nosso trabalho que é feito com seriedade e transparência através do empenho das nossas equipes de trabalho, somados pelo quadro do funcionalismo municipal, Câmara de Vereadores, seguimentos organizados e a população que participa ativamente das ações em prol do desenvolvimento do município, contribuindo para o sucesso da nossa gestão”, disse o prefeito.

Fonte: Blog do Romenigue